Arquivos da categoria: 2017

Livros interativos Anti Estress para Colorir

Esqueça os livros de autoajuda, a tendência para 2018 ainda serão os livros para colorir como por exemplo O jardim secreto: livro de colorir e caça ao tesouro antiestresse, da britânica Johanna Basford. 

De acordo com reportagem da Galileu, a inglesa Michael O’Mara Books começou a publicar livros para colorir em 2012, mas foi 2015 que viu a moda pegar, com mais de 300 mil exemplares vendidos. “Já publicávamos livros de colorir para crianças, mas começamos a receber relatos de pais que também gostavam deles”, diz Ana McLaugh­lin, gerente de publicidade e marketing da editora.

Diferentemente dos livros infantis, os para adultos têm padrões mais complexos. Já os temas variam de jardins e mandalas a celebridades, como os da ilustradora Mel Elliot, também inglesa, que aposta em livros com desenhos de famosos (o do galã americano Ryan Gosling é um best-seller).

“Acredito que a tendência tenha começado com os livros interativos, como Destrua este diário, que fez muito sucesso. Desde então, as pessoas têm procurado uma forma de interagir com os livros e torná-los mais personalizados”, afirma Nana Vaz de Castro, gerente de aquisições da Sextante.

Há uma tese, porém, que por enquanto parece ser a mais aceita: a de que eles funcionam como uma espécie de “detox”, uma válvula de escape para rotinas estressantes. “É realmente relaxante porque, ao se concentrar em colorir direito ou na escolha das cores, a pessoa de fato parece esquecer os problemas do dia”, afirma McLaughlin. “Além disso, ainda tem a vantagem de que não dá para colorir e mexer no celular ao mesmo tempo.”

BELEZA É FUNDAMENTAL

O sentimento de orgulho ou satisfação por completar a pintura e observar como ficou bonita também é outra explicação possível, já que os livros ativam o circuito de recompensa do cérebro, o sistema responsável pela sensação de prazer. Quando estimulado, ele libera dopamina, um neurotransmissor que provoca o sentimento de bem-estar (veja abaixo). “Mas não são todas as tarefas que ativam esse sistema, que se desenvolveu ao longo de milhões de anos para nos impelir a realizar ações úteis para a autopreservação e a preservação da espécie, como se alimentar e se reproduzir”, explica o neurologista Marino M. Bianchin, do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

 

AO VIVO E EM CORES > Entenda por que colorir causa sensação de relaxamento

1. Ao observar que o desenho pronto ficou bonito, o sistema límbico do cérebro é ativado. Ele é responsável pelo controle de nossas emoções e tem papel importante na regulação do stress.

2. Dentro desse sistema, uma parte específica é responsável por proporcionar sensações de prazer: o circuito de recompensa. Ele começa na área tegmentar ventral (a), que transmite impulsos elétricos para o núcleo accumbens (b), parte central do circuito de recompensa. De lá, os impulsos seguem para o córtex pré-frontal (c), a parte responsável pelo planejamento de atividades.

3. Como não há contato físico entre os neurônios, os impulsos precisam de uma “ajudinha” para ser transmitidos de uma célula para outra. Essa ajuda é a dopamina, um neurotransmissor que transforma o impulso elétrico em sinal químico, possibilitando a transmissão. É a liberação da dopamina que causa a sensação de prazer.

Tudo o que envolve trabalho manual ou arte também estimula a criatividade e a concentração. Quando se trabalha com cores, o resultado é ainda melhor, já que elas podem provocar diversas sensações, como calor, frio e tranquilidade.

Mas, embora causem uma sensação de prazer e bem-estar, os livros não podem ser encarados como terapia. Ou seja, os livros podem até funcionar como um analgésico para situações de stress, mas não têm nenhum poder milagroso para curar problemas como depressão ou ansiedade – a não ser que você seja dono de uma editora e esteja faturando muito mais que o previsto graças à modinha.

Eu mesmo tenho vários livros para colorir lá em casa e até coleção de lápis de cor. Amo! Mas quais serão as novidades para 2018?

 

 

Tags , , , , , , , ,

Criando bons hábitos de leitura nos pequenos

De acordo com a quarta edição da Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil – que foi encomendada pelo IPL – Instituto Pró-Livro ao Ibope Inteligência, ter um influenciador de leitura dentro de casa faz bastante diferença para criar novos leitores, ou seja, crianças que crescerão com o hábito de ler.

E a pesquisa aponta que 33% dos leitores respondentes sofreram a influência de alguém para começar a gostar de ler. Destes 33%, 19% dos entrevistados alegaram que algum dos responsáveis ou parente influenciou seu desejo pela leitura.

Percebe-se a partir destes dados que a família tem grande relevância na formação de leitores. No entanto, os índices que se referem aos pais ainda são baixos, e há muito a se melhorar.  As políticas de fomento à leitura que o IPL promove têm como intuito proporcionar momentos literários e de estreitamento das relações entre os pais e filhos. E para que isso seja possível, escolha temas que sejam do interesse do seu filho, reserve tempo para ler com ele e ajude-o a descobrir novas aventuras e aprendizados por meio da leitura.

O hábito de leitura se aprende em casa, mas a sociedade também pode contribuir para que nossas crianças leiam cada vez mais. E foi pensando nisso o Blog dos Pernés, a Editora do Brasil e o MFBGO – Mini FAshion Bloggers GO, promoveram no último mês uma parceria para influenciar mini blogueiros do estado de Goiás á bons hábitos de leitura. 

Vamos conferir o resultado dos livro indicado para a faixa etária de 8 a 12 anos?

  • Júlia Nitão, 11 anos – Anápolis/GO.
    • Modelo, integrante do MFBGO e cacheada assumida. É super estudiosa e uma amante de livros. Devorou o “Um Encontro com a Liberdade” em menos de dois dias:
  • João Pedro, 11 anos – Mozarlândia/GO.
    • Está sempre mostrando seu sorriso brilhante e contagiante. Ele também é membro do MFBGO e além de cantar no coral da igreja, é leitor assíduo e amou o livro  “Um Encontro com a Liberdade”, tanto é que ficamos sabendo que leu tudo em apenas um dia:

 

Sobre o Instituto Pró-Livro: O Instituto Pró-Livro (IPL), foi criado no final de 2006 pelas entidades do livro – Abrelivros, CBL e SNEL, com o objetivo principal de fomento à leitura e à difusão do livro. Iniciou suas atividades em 2007. Atualmente é  mantido pelas entidades fundadoras e por contribuições voluntárias de editoras.  As entidades do livro, representando a cadeia produtiva, fundaram o Instituto Pró-Livro assumindo o compromisso de responsabilidade social junto a representantes do governo e sociedade civil, para a promoção de ações de fomento à leitura, orientado pela missão de transformar o Brasil em um país de leitores. O IPL realiza periodicamente a pesquisa Retratos da Leitura do Brasil, maior e mais completo estudo sobre o comportamento do leitor brasileiro, para avaliar impactos, orientar políticas públicas do livro e da leitura, promover a reflexão e estudos sobre os hábitos de leitura do brasileiro e, desta forma, melhorar os indicadores de leitura e o acesso ao livro. www.prolivro.org.br.

Sobre o livro “Um encontro com a Liberdade: ic

Que tipo de pai teria o filho como escravo? Ainda criança Gabriel perdeu a mãe, uma escrava e companheira de seu pai, Valentim, um rico comerciante português. Conforme o tempo passa, o garoto, que sempre trabalhou para o pai, vai entendendo a sua condição e a situação em que outros negros se encontram, aumentando sua revolta. A liberdade lhe parece algo distante e, ao mesmo tempo, assustadora. Afinal, ela realmente resolveria seus problemas? Autêntico e esclarecedor, Júlio Emílio Braz aborda neste livro a libertação dos escravos, conduzindo o leitor a perceber outro lado, muitas vezes desconhecido, sobre a Lei Áurea.
    • Editora: EDITORA DO BRASIL
    • Ano:  2016
    • Idioma: PORTUGUÊS
    • País de Produção: BRASIL
    • Encadernação:  BROCHURA

Sobre o livro “MFBGO”: O Mini Fashion Bloggers GO é uma plataforma digital de mini influenciadores da Moda goiana. Tem como objetivo trabalhar na imagem de que a “Moda é ser Criança”, Atualmente é composta por 8 crianças que juntas somam quase 150 mil seguidores no Instagram.

Tags , , , , , , , , ,

Regulamentação do Uber em Goiânia

Veja que legal gente, a Prefeitura de Goiânia publicou o Decreto 2890 / 2017, que detalha algumas das obrigações regulatórias específicas para as empresas de aplicativo, como a Uber, e os motoristas parceiros.

Esta segunda, a Uber entregou à Secretaria Municipal de Trânsito e de Transporte o Pedido de Credenciamento, demonstrando o comprometimento da empresa em relação ao cumprimento dos requisitos estabelecidos no Decreto.

A partir do credenciamento, será possível ver em cada recibo digital de viagem um novo item, chamado “Taxa Municipal”. Um adicional de R$ 0,10 por km será cobrado por viagem e repassado à Prefeitura de Goiânia.

Por exemplo, uma viagem de 5,3 km (como da Praça Cívica ao Shopping Flamboyant), que custa em média R$ 10,90, passará a custar R$ 11,43 compostos da seguinte maneira:

  • Preço inicial: R$ 2,50
  • Preço por km: R$ 1,20 x 5,3 km = R$ 6,36
  • Preço por min: R$ 0,17 x 12 min = R$ 2,04
  • Taxa Municipal: R$ 0,10 x 5,3 km = R$ 0,53

A Uber acredita que Goiânia deu um passo em direção a uma regulação para a mobilidade urbana compartilhada no Brasil. Hoje, a Uber reafirma que segue com sua missão de oferecer, ao simples toque de um botão, uma opção de mobilidade acessível e eficiente para seus usuários.

Nem tudo são flores, mas fiquei feliz por essa conquista. E você, ainda não tem cadastro na Uber? Que tal ganhar R$ 5 GRÁTIS nas duas primeira viagens? Use o código z4njx19aue  e garanta seu desconto.

Leia também:

Minhas novas experiências com a Uber

Requisitos para avaliar sua viagem com o Uber

Tags , , , , , , , , , , ,

Exercícios Físicos para se fazer em casa

Reprodução/ Organize sem Frescuras

De todas as incertezas na nossa vida, uma é certa: Quem acha que ouvir, “eu te amo” é bom, nunca ouviu; “como você emagreceu”. 

Pois é, todo mundo quer ter uma melhor qualidade de vida, de modo que sempre estão atrás de dicas para emagrecer, e para viver melhor e se for economizar, melhor ainda.
Por isso, o nosso parceiro Givanildo Matias, Personal Trainer e Educador Físico especializado em emagrecimento e condicionamento físico, criou um treino que pode ser feito em casa, por pessoas iniciantes*, usando itens que todo mundo tem.
Então vamos sair do chão? Confira os treinos e que venha uma vida mais feliz e mais significativa:
Exercício 1: Aquecimento: Corrida Estacionada
Duração: 30 segundos
Como fazer: Em pé, corpo ereto, cotovelos flexionados, corra sem sair do lugar, por apenas 30 segundos, em velocidade lenta para moderada. Respeite o limite do seu corpo.
Descanso: 30 segundos – Após a realização do exercício, realize uma pausa, em pé, de 30 segundos.
Exercício 2: Agachamento com cabo de vassoura
Duração: 30 segundos
Como fazer: Em pé, afaste os pés, um pouco além da largura do corpo, pontas dos dedos para frente. Apoie as mãos no cabo de vassoura, que deve estar a sua frente, e realize o agachamento, até os joelhos formarem um ângulo de 90 graus com o chão. Não desça mais e mantenha a coluna e o pescoço eretos, olhando para o horizonte, com os braços na mesma posição, segurando o cabo de vassoura.
Descanso: 30 segundos – Após a realização do exercício, realize uma pausa, em pé, de 30 segundos.
Exercício 3: Tríceps Francês com garrafa pet
Duração: Dez movimentos com cada braço
Como fazer: Em pé, pés afastados na largura do corpo. Segure uma garrafa cheia de água (de 500 ml) ou um pacote de feijão na mão direita. Eleve os braços acima da cabeça e segure o cotovelo direito com a mão esquerda. Faça movimentos de elevar e abaixar a garrafa de água, transportando-a por trás da cabeça. Repita o movimento dez vezes. Faça o mesmo com o outro braço.
Descanso:30 segundos – Após a realização do exercício, realize uma pausa, em pé, de 30 segundos.
Exercício 4: Polichinelo
Duração: 30 segundos
Como fazer: Em pé, corpo ereto, pés próximos, braços ao lado do corpo, cabeça reta, prepare-se para saltar.
Realize saltos, sem intervalo, abrindo as pernas e elevando os braços acima da cabeça, até os polegares se encontrarem (como na foto).
Descanso: 30 segundos – Após a realização do exercício, realize uma pausa, em pé, de 30 segundos.
Exercício 5: Rosca Arnold (para o bíceps) com pacote de feijão ou açúcar
Duração: Dez movimentos
Como fazer: Em pé, pés afastados na largura do corpo. Segure uma garrafa cheia de água (de 500 ml) ou um pacote de feijão (ou açúcar, ou arroz, qualquer um de 1 kg) em cada mão. Com as palmas viradas para cima, eleve apenas os cotovelos (mãos em direção aos ombros), em dez suaves movimentos. Cuidado para manter o braço parado, apenas o antebraço se move.
Descanso: 30 segundos – Após a realização do exercício, realize uma pausa, em pé, de 30 segundos.
Exercício 6: Abdominal chunch com elevação de pernas
Duração: 30 segundos
Como fazer: Deitado de costas numa superfície reta (colchonete ou piso), coloque as mãos sob a cabeça, com os cotovelos alinhados aos ombros. Eleve os joelhos na altura da cintura e forme um ângulo de 90 graus com as pernas, mantendo os dedos dos pés apontados para cima (como na foto). Contraia o abdômen.
Eleve levemente o tronco, sem forçar o pescoço ou os braços: quem deve trabalhar é seu abdômen, que está contraído. É importante tentar não mexer muito as pernas neste exercício, elas são o apoio para você trabalhar os músculos abdominais.
Descanso:30 segundos – Após a realização do exercício, realize uma pausa, em pé, de 30 segundos.
Exercício 7: Flexão de tronco com garrafa pet ou pacote de alimento
Duração: Dez movimentos
Como fazer: Em pé, pés afastados na largura do corpo. Segure uma garrafa cheia de água (de 500 ml) ou um pacote de feijão em cada mão. Flexione o tronco, levando as mãos em direção aos pés. Desça lentamente, sem forçar a coluna ou flexionar os joelhos. Volte à posição inicial lentamente. Repita o movimento por dez vezes.
Descanso:30 segundos – Após a realização do exercício, realize uma pausa, em pé, de 30 segundos.
Sobre Givanildo Matias
O Educador Físico Givanildo Matias, fundador da rede de academias Hiit20, é graduado em Educação Física pela UNICID, pós-graduado em Fisiologia do Exercício pelo ICB-USP, pós-graduado em Gestão Empresarial pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), Conselheiro da Sociedade Brasileira de Personal Trainers, palestrante, colunista de veículos de comunicação e autor do livro “Personal Trainer – Como Alavancar suas Vendas e Gerir seu Negócio”. Empreendedor, Matias criou a Test Trainer, primeira rede de franquias de personal trainers do Brasil e, agora, inicia a expansão por franquias da Hiit20, primeira franquia especializada em emagrecimento do Brasil.
*Como todo exercício físico, este também precisa de orientação médica para ser praticado e quem tem lesões nos joelhos, coluna ou ombro, são hipertensos, cardíacos ou possuem outras contraindicações médicas precisam ser avaliados por seus médicos antes de aderirem à modalidade.
Tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Um dos maiores desafios da minha vida é o tema da redação do ENEM 2017

Como muitos já sabem, o primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017 teve questões de humanidades com carga de leitura e exigiu dos candidatos conhecimentos de história, geografia, filosofia, sociologia e até atualidades.

A polêmica da vez foi o tema da redação, que foi “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”.

A prova teve quatro textos motivadores, sendo que um deles incluiu dados sobre o número de alunos surdos na educação básica entre 2010 e 2016. Outro apresentou um trecho da Constituição Federal afirmando que todos têm direito à educação, com já falamos aqui. Um terceiro mostrou aos candidatos a lei de 2002, que determinou que a Língua brasileira de sinais (Libras) se tornasse a segunda língua oficial do Brasil.

O tema causou polêmica, mas eu não entendi o motivo, já que a redação do Enem costuma funcionar como forma de conscientizar as pessoas sobre o tema escolhido. Ou seja, as famílias, país afora, discutem o assunto que caiu na prova. É o que aconteceu com a questão da persistência da violência contra a mulher, por exemplo.

Mas pelo que vi, e fiquei indignado é que para muitos não é tão importante o fato de que os surdos terem vencidos barreiras, e lutaram para terem acesso a educação, onde até certo período, nem direito de ir a escola tinham já que eram considerados “incapazes’, ou de sofrerem o bullying e o preconceito, ou serem ignorados pela família e a sociedade e ainda hoje seguirem excluídos na escola e mercado de trabalho, mesmo que tenham a capacidade e formação educacional, necessária ou mesmo tendo um excelente rendimento como pessoa ouvinte, assunto que também já discutimos aqui.

Não podemos negar que houve avanços nas leis inclusivas no Brasil, e que estamos caminhando para um país “igual para todos”. Sim, as leis existem, e até impulsionou as matrículas dos estudantes com deficiências, por exemplo, que praticamente dobraram. Porém muita coisa está longe de se tornar realidade, sair do papel, já que construir uma educação ou mercado de trabalho inclusivo vai muito além da mera criação de vagas.

Um exemplo disso, e é que eu passei e ainda passo por isso, é que ocorre com todos surdos: embora muitos tenham passado a frequentar a escola regular, ou trabalhar numa empresa que respeita a lei de cotas, é comum que os professores, empregadores e a maioria dos estudantes e colegas de trabalho não dominem a Língua de Sinais, o que coloca em risco a socialização. Não falar a língua do outro é uma forma velada de desprezo e rejeição: o surdo até está no mesmo espaço, mas não é devidamente atendido ou respeitado. De fato, eu que vos escrevo me sinto transtornado pelo despreparo da sociedade em relação a isso, das escolas que estudei e dos lugares que trabalhei e até daqui onde hoje trabalho.

Para parafrear, cito as palavras da colunista Andrea Ramal: “Para que a educação e o mercado de trabalho seja inclusivo de fato, é preciso adaptar a infraestrutura das empresas e escolas, e que estas precisam contar com recursos multifuncionais e serem planejadas com acessibilidade arquitetônica e tecnológica. Além disso, é necessário a capacitação dos ouvintes para aprimorar as práticas necessárias, de forma que o ambiente seja um ambiente de oportunidades reais para todos”.

Já em relação, a vagas e estações de trabalho para surdos, falamos com o jovem Enzo Matheus, de 20 anos, que fez a redação do ENEM ontem, no estado do Ceará. Segundo ele, é necessário não apenas ampliação de ofertas de empregos, mas também projetos sociais envolvendo os surdos e a Língua de Sinais, de modo que também que envolva toda a comunidade. Para ele seria uma forma de intensificar as relações interpessoais de surdos e ouvintes.

De fato, a principal mudança está na atitude da comunidade. Teremos escolas e empresas inclusivas quando todos os que fazem parte destes – acreditarem que no convívio com os “diferentes” poderemos aprender, nos tornamos pessoas melhores, mais sábias, tolerantes e talvez até capazes.

É juntos com os surdos e demais pessoas com deficiência, que iremos construir oportunidades, e assim uma nova sociedade mais justa possa começar.

 

Gostou do texto?

Leia outros assuntos aqui no Blog, clicando aqui.

Tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Organize sua Casa

Estamos “acumulando coisas”. E por isso organizar a casa é um desafio constante: itens de utilidade diária, como chaves, documentos, bolsas, mochilas, sapatos – e até mesmo roupas – podem ficar espalhados devido ao uso frequente.

O problema é que, fora do lugar, costumam gerar a sensação de “caos doméstico” e, muitas vezes, tornam sua busca ainda mais difícil, já que você nunca sabe onde está cada coisa. Segue as dicas da Kiiro, de como deixar tudo organizado:

Banheiros

Para facilitar a rotina e as atividades de higiene diárias, reúna grupos de produtos conforme seus usos em pequenos cestos. Separe os produtos pelas categorias “Rosto”, “Corpo” e “Cabelos”.

“Se os gabinetes armazenarem itens de estoque, como sabonetes, escovas e pasta de dentes, por exemplo, forme fileiras, priorizando aqueles em uso ou com data de vencimento à frente”, afirma Talita Melo, personal organizer e fundadora da Kiiro. “Desta forma, evita-se a abertura de vários produtos ao mesmo tempo, mantendo a gestão de estoque mais simples e evitando desperdícios”, aponta.

Outra dica é: evite expor perfumes e maquiagem neste cômodo, pois a umidade pode favorecer a proliferação de bactérias e, assim, a alteração dos produtos. Esses itens devem ser armazenados em caixas tampadas ou nos armários, especialmente os pincéis de maquiagem.

Cozinha

O grande desafio deste cômodo é otimizar o espaço dos armários mais altos e profundos. Então, para facilitar, a dica é usar produtos organizadores, como aramados e prateleiras multiuso.

Outra dica importante é também fazer a divisão dos produtos e alimentos por setor, otimizando a despensa. Cestos para setorização também ajudam a manter tudo ao alcance das mãos:  você pode separar cestos para grãos, farináceos, molhos, massas e assim por diante. Além de deixar a organização mais simples, os cestos são ótimas ferramentas para manter a qualidade dos alimentos por mais tempo.

Já para organizar os recipientes plásticos que são destinados a guardar comida fresca na geladeira, mas não estão sendo usados, agrupe-os um dentro do outro, conforme o formato: retangulares, quadrados ou redondos, isolando as tampas por tamanho e cor, por exemplo.

Sala | HomeOffice

A dica mais importante é: “tenha uma ‘caixa de entrada’ para correspondências e item que tem que estar sempre à mão, como chaves do carro, da casa e os celulares”, indica Talita. Isso vai facilitar, e muito, na hora de sair de casa com pressa.

E, possivelmente, neste cômodo algumas coleções vão merecer atenção, como livros, CDs e DVDs. Escolha algum tipo de metodologia, como ordem por gênero ou alfabética, por exemplo, para organizar sua coleção e facilitar na hora de buscar aquele título que você tanto deseja.

Quarto de adultos

“No quarto, com certeza, guarda-roupas é o maior desafio”, diz a personal organizer. Para mantê-los sempre organizados, reserve um espaço para cada familiar. Depois, agrupe todas as roupas por categorias, como blusas, saias, vestidos, calças e shorts.  As peças da estação devem sempre estar nos espaços mais nobres do armário, ou seja, ao alcance das mãos e dos olhos.

Padronizar as dobras das peças e também os cabides que serão utilizados ajuda a ganhar espaços extras internos na altura e na largura do guarda-roupas. Caixas e sacos à vácuo otimizam ainda mais a utilização do armário.

Quarto de crianças

Se for compartilhado por crianças de diferentes faixas etárias, a organização deste cômodo pode se tornar ainda mais importante. “A dica é agrupar categorias afins, como jogos, pelúcias e cia, usando caixas coloridas ao alcance de cada um, assim, além de facilitar o acesso, você estimula o senso de ordem desde sempre. E a dica mais valiosa para a criançada é: chegou brinquedo novo, dê um antigo a outra criança e faça ela feliz como você”, ressalta Talita.

Jardim e Área de Serviço

“Geralmente, nestes ambientes, costumamos juntar tudo aquilo que não cabe nos demais cômodos da casa. E, justamente por isso, a setorização precisa ser eficaz”, ressalta Talita.

A dica é: coloque na mesma caixa organizadora tudo que for relacionado ao seu animalzinho, bem como, separe tudo que for produto de limpeza ou relacionado à manutenção da casa.  Algumas categorias de divisão que podem ser replicadas são: “lavadoria e passadoria”; “limpeza dia a dia” e “limpeza especial” ou mesmo “áreas secas” e “áreas úmidas”.

Além disso, a regra do estoque dos banheiros também é aplicável aqui: à frente o que está em uso e que vencerá mais rapidamente.

Manutenção da organização

Talita Melo aponta que a técnica “Operação Visita” é essencial para manter tudo organizado de forma rápida no dia a dia. Em apenas 15 minutos antes de iniciar a faxina ou a manutenção da casa, recolha os itens espalhados em um cesto e, depois, realocando-os em seus devidos lugares durante esse tour. Para se condicionar a tornar o hábito rápido e indolor a dica é usar o cronômetro do celular e selecionar suas músicas preferidas.

Ainda assim, faltou espaço?

Agora, para quem organizou toda a casa com as dicas da Kiiro e, mesmo assim, está sem espaço em casa, a MetroFit é a solução. Com o objetivo de ser uma extensão da casa ou escritório e, assim, tornar o cotidiano das pessoas mais simples e agradável, a MetroFit oferece boxes de 1 m² a mais de 50 m² para locação imediata e apenas pelo tempo que o cliente necessitar. Todos os empreendimentos da MetroFit são monitorados 24h, oferecendo comodidade e segurança para os seus clientes. Para saber maiores informações, acesse o site: metrofit.com.br

 

Tags , , , , , , , ,

Ajude: Todos pelo Kaká

Carlos Eduardo Capucho Maia, nasceu em 08 de Janeiro de 2008 com muitas complicações no parto, e foi direto pra UTI (Unidade de Terapia Intensiva), ficando lá por 40 dias, e ao sair foi diagnosticado com paralisia cerebral espástica e que ficaria com sequelas na parte motora.

Desde os seis meses ele faz todos os tipos de fisioterapias 3 vezes por semana no CRER, ele tem uma irmãzinha com uma diferença de apenas 1 ano e meio de diferença, foi ela que carinhosamente passou a chamá-lo de Kaká. O Kaká não tem problema neurológico, e é uma criança extremamente inteligente e com muita vontade de viver. Seu grande sonho foi sempre o de poder andar, brincar, jogar bola e se divertir como todas as crianças de sua idade.

Há alguns anos, descobrimos um médico, o Dr. TS Park que desenvolveu uma técnica cirúrgica chamada Rizotomia Dorsal Seletiva. Trata-se de um procedimento que reverte o quadro dessas crianças dando mais qualidade de vida e com grandes possibilidades até de em futuro próximo andar normalmente. Acontece que esse médico e o hospital ficam nos EUA, na cidade de Sant Luis em Missouri, e assim que descobrimos este procedimento entramos em contato com o hospital e passamos a enviar todos os tipos de exames e históricos do Kaká, na intenção de conseguir com que ele fosse aprovado e selecionado para a cirurgia. Fomos também atrás de alunos do médico que já fazem o procedimento no Brasil embora com resultados menores, mas nos informaram que devido à idade do Kaká hoje o procedimento só teria um resultado satisfatório com o Dr TS Park.

Em março/2017 desse ano tivemos a grata surpresa de ter ele selecionado, porém os custos são por nossa conta, e inicialmente o que foi nos passado, é o valor de R$ 280 mil. Infelizmente não temos esse valor, mas é um sonho de ver nosso filho andando, de modo que iniciamos nas redes sociais a campanha “Todos Pelo Kaká”, na intenção de arrecadarmos esta quantia até outubro pra já fazermos os pagamentos e definirmos a data da cirurgia,  já que mês definido já será em novembro, uma vez que o Kaká já está com 9 anos, e o quanto antes a cirurgia, melhora será o resultado.

——– Por Gabriela Capucho e Luciano Maia para o Blog dos Perné’s.

Até ontem, 09/10/2017, faltavam R$ 78 mil, e a família só tem até o dia 15/10/2017, para providenciar os pagamentos ao hospital,  se você, quer saber como ajudar, Na foto acima, há as contas que você pode contribuir com qualquer quantia. Há também na internet, outra opção que está no site, Vakinha, que poderá acessa-lo clicando aqui. Se for o caso, pode também disseminar este post para amigos e familiares nas redes sociais.

Graças a sua ajuda, o nosso grande Kaká, estará correndo e brincando pelos parques na nossa linda Goiânia. E tudo há de acontecer, pois estamos na torcida. Um por todos, e todos pelo Kaká. Vai Kaká!

Tags , , , , , , , , , ,

Vem aí: Mais um GMC – Goiás Mini Clube

Fala galera, tudo certo?

É tempo de colecionar! O 9.º encontro já aconteceu, e você pode ver aqui.

E o legal é que os preparativos para 10.º Encontro de Miniaturas em Goiânia está a mil.

Vai ser uma loucura, no próximo domingo, 08 de outubro, aqui em Goiânia. Vocês não podem perder, esperamos vocês.

Leia também:

9.º Encontro de Colecionadores em Goiânia

Colecionismo: Minha paixão por Volkswagen!

Encontro de Colecionadores: HotWheels GYN – Maio/2017

Tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

9.º Encontro de Colecionadores em Goiânia

Estive num evento mês passado, e só hoje estou contando para vocês. Foi mal a demora galera, mas então. Aconteceu 9º. Encontro de Colecionadores de Miniaturas, o “HotWheels”, agora GMC – Goiás Mini Clube.

Reuni algumas imagens de algumas minis bem legais que estiveram por lá, vamos as fotos?

E ainda para quem quiser, um chopp geladinho, numa linda kombi. É muito amor:

E aí gostaram, espero que sim. Então, vejam também: 

Cobertura Completa: 1.ª Convenção de Colecionadores de Miniaturas de Goiânia e 9.º Encontro do Mini Carros GO

Tags , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

15 estados brasileiros têm ligações de orelhões gratuitas

Gostaria de compartilhar com vocês uma notícia que recebi uma nota a imprensa da Anatel, onde consta que 15 estados brasileiros têm ligações de orelhões gratuitas.

Eu simplesmente fiquei de queixo caído. Como assim? Pois bem, de acordo com a nota, as ligações locais e de longa distância nacionais realizadas a partir orelhões da concessionária Oi em 15 estados brasileiros não podem ser cobradas. Os estados onde a gratuidade no uso dos telefones públicos foi determina pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) são: Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espirito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima, Santa Catarina e Sergipe. A medida começou a vigorar ontem, 1/10/2017.

Foto: Reprodução/ Márcia Foletto / Agência O Globo

Poxa, Goiás nem entra na lista? A explicação Não está bastante claro, mas pelo que entendi, é que nos estados atingidos pela medida, houve uma determinada ação de fiscalização da Anatel, que foi realizada em 30 de agosto de 2017, onde permitiu estabelecer que o nível de orelhões em condições de operação não atingiam os patamares estabelecidos pela agência reguladora, que deve ser de no mínimo 90% em todas as Unidades da Federação e de no mínimo 95% nas localidades atendidas somente por orelhões. Ou seja, apenas a gratuidade nos estados em que os orelhões em operação são menores que 90%.

UF Disponibilidade (%) UF Disponibilidade (%) Localidades Atendidas somente por TUP Gratuidade
AC 99 100 NÃO
AL 48 98 SIM
AM 24 97 SIM
AP 26 98 SIM
BA 39 96 SIM
CE 42 75 SIM
DF 97 100 NÃO
ES 89 97 SIM
GO 97 99 NÃO
MA 30 95 SIM
MG 91 98 NÃO
MS 95 100 NÃO
MT 92 98 NÃO
PA 18 97 SIM
PB 35 99 SIM
PE 25 97 SIM
PI 29 96 SIM
PR 93 96 NÃO
RJ 93 97 NÃO
RN 44 98 SIM
RO 95 100 NÃO
RR 68 98 SIM
RS 92 98 NÃO
SC 85 98 SIM
SE 79 98 SIM
TO 95 99 NÃO

Este é o sexto ciclo de gratuidade em ligações a partir de orelhões estabelecido pela Anatel, o primeiro foi em 15 de abril de 2015. Agora, as novidades são a entrada da gratuidade em quatro estados (Espírito Santo, Roraima, Santa Catarina e Sergipe), onde os orelhões não atingiram os níveis mínimos estabelecidos, e a retirada do Rio Grande do Sul. Então, desde o último domingo, a Oi pode cobrar as ligações originadas dos orelhões gaúchos, 92% dos orelhões do Estado estão funcionando segundo a medição realizada em agosto passado pela agência reguladora.

A Anatel informa que a gratuidade se manterá até o dia 30 de março de 2018, quando deverá ser divulgado o resultado da próxima aferição das condições de disponibilidade dos orelhões. A nova aferição deve ser realizada no final de fevereiro de 2018.

 

 

Tags , , , , , , , ,