Arquivos da Tag: o que fazer?

5 dicas para ganhar dinheiro em casa

Se você está quase enlouquecendo e procurando o que fazer para o tempo passar mais depressa nessa época de isolamento. Ou talvez como a maioria, você esteja passando por dificuldades financeiras e quer saber o que fazer para ter aquela graninha extra pra ajudar no orçamento no final do mês. Esse post é para você.

Imagem: Reprodução

Que tal resolver todos os problemas e trabalhar em casa? Esse é o sonho de muitas pessoas, acredite, e ciente disso, pesquisei sobre as formas de ganhar dinheiro sem sair de casa e reuni as melhoras dicas em um único artigo. E já adianto, que minha pesquisa foi tão boa, que encontrei um presente para meus leitores. Quer ganhar? Leia tudo e se prepare, pois aplicando qualquer uma das dicas abaixo, você pode fazer da escolhida até sua renda principal. Vamos nessa?

1- Fazer e vender Doces

Você não precisa ser craque na cozinha ou ter mãos de doceira. Apenas precisa se destacar e sair na frente dos muitos concorrentes que encontrará.

E a minha dica é: faça diferente e surpreenda seus clientes com promoções e brindes. Quem sabe também, fazer um cartãozinho fidelidade?

O sabor também é importante, e para fazer os melhores e mais gostosos doces, a internet está cheia de receitas e recomendo um material muito legal para aprender a fazer Brigadeiro Gourmet e Bolo no Pote.

2- Freelancer

Para quem não sabe, o que significa, trata-se do termo para aquela pessoa,
sem contrato de trabalho, que é contratada por outras pessoas ou empresas para realizar um trabalho especifico.

O que um freelancer pode fazer? Digitar trabalhos e redigir artigos, editar vídeos e fotos, criar blogs e sites. Bem como também atividades relacionadas a design e propaganda.

O campo de atuação é extenso, E você pode se candidatar para o trabalho que você tenha interesse, através de sites como o Workana, 99 Frellas e o Vinte Pila.

3- Manutenção de celulares

Tenho certeza que você ou algum parente ou amigo desastrado quebrou a tela do seu celular ou precisou de alguma manutenção. Pois bem, o mercado é amplo, de modo que uma das melhores formas de se ganhar dinheiro é consertando celulares.

Quer aprender mais sobre? Clique aqui.

4- Dropshipping

Consiste em receber pedidos de clientes e repassar para seu fornecedor, que ficará responsável por todo o processo de envio da mercadoria. Você recebe por cada produto vendido. Você só se preocupa em vender.

Essa dica é bem legal, e posso dizer que quase não terá preocupações, pois além de não ter estoque físico, não terá custos como aluguel por exemplo.

Mais detalhes sobre como se tornar dropshipping, é necessário de um pouco de treino, que é oferecido para qualquer pessoa que tenha no mínimo 18 anos. Vamos saber mais dessa modalidade? Comece um treinamento hoje mesmo, clicando aqui.

5- Afiliado digital

Afiliado é aquele que divulga produtos na internet em troca de % nas vendas. Você não precisa ser dono do produto, você pode simplesmente se afiliar ao produtor e divulgar através links. O produto pode ser físico ou online e você não precisa se preocupar com a entrega.

As principais plataformas para se cadastrar como afiliado são a Hotmart, Monetizze e Eduzz. Além delas, se você deseja trabalhar de forma profissional como afiliado, recomendo fortemente o treinamento Fórmula Negócio Online, pois pelo que vi, é o melhor treinamento que existe para ensinar você a começar sua estrutura na internet e faturar até 5 dígitos por mês.

E antes que eu me esqueça, estou devendo um presentão, vamos lá , clique aqui e baixe agora mesmo um E-BOOK GRÁTIS, e você poderá aprender como criar seu negócio lucrativo e online do zero!

Legal as dicas né? Quais você mais se interessou? Tem alguma dúvida? Conte-me aqui nos comentários ou fale com o Julio lá no Instagram ou acesso seu blog: Depois da Formatura.

Tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Metas e emoções: Quando eu quero, será que posso?

Hoje li um artigo muito interessante do Dr. Sérgio Ricardo, no qual me inspirei para falar sobre. E o assunto é pra lá de legal, pelo menos pra mim, que sofro com baixa auto estima. — para ler o artigo na íntegra e sem edição, clique aqui

E hoje quero falar sobre como a confiança em si mesmo pode nos ajudar a estabelecer metas e cumprir nossos objetivos sem olhar se a grama (neste caso o caminho) do vizinho é mais verdinha.

Olhe o seu “caminho”, trace sua rota e persista! Imagem: Reprodução da Internet

E segundo o Dr. Sérgio, uma questão em relação a metas e objetivos que é ignorada, e que o problema, é que essa questão é um dos principais motivos para uma meta fracassar.

Normalmente, ao definir uma meta sugere-se ser o mais claro possível, vamos supor 2 exemplos:

Maria Abadia tem 38 anos e 83 quilos, decidiu que em 25 de julho de 2018 vai começar um programa de reeducação alimentar para, em seu aniversário, dia 25 de setembro de 2018 estar com 77 quilos.

• Paulo Fernandes tem 47 anos e possui uma loja de roupas no Centro do Rio de Janeiro. Ele decidiu que no período entre 28 de junho de 2018 até 28 de julho de 2018, ele irá aumentar o faturamento da empresa em 10% a mais que o faturamento do mesmo período do ano passado.

Podemos observar que os dois exemplos estão bem estruturados, racionais e de fácil entendimento pois tem o prazo inicial e o prazo final, estes facilmente vistos no calendário e o objetivo final específico para ser de fácil identificação se concluiu ou não a meta.

Mas, se é racional, facilmente colocado em calendário ou planilhas empresariais/financeiras, porque mesmo assim muitas pessoas não conseguem conquistar?

O doutor Sérgio continua:

– Porque falta a parte emocional da meta. Pois é importante perceber, que em nossos 2 exemplos, as pessoas que definiriam as metas realmente desejam os resultados esperados: Maria quer emagrecer e Fernandes quer aumentar o faturamento.

Entretanto, é real pensar que Maria já se acostumou a viver com seu peso e Fernandes deve viver bem com seu faturamento atual. E que eles podem ser facilmente vencidos pelas tentações: a pizza e o refrigerante no final de semana da Maria, ou aquelas ligações aos clientes que ficaram de dar resposta que podem ser deixadas para depois do Fernandes. Durante esse caminho vão ocorrer tentações e até mesmo algumas dificuldades. E é por isso, que metas totalmente racionais sem um peso emocional não funcionam tão bem, já que ao definir sua meta, você deve ter certeza de que falhar com a meta não é uma opção.

Maria, por exemplo, deve pensar além, e ter uma clara noção de qual vai ser a primeira roupa que ela vai usar, ao adquirir o peso desejado. Vai ser um vestido novo? Uma saia da moda ou aquele jeans que já não entra a muitos anos?

Qual vai ser a primeira coisa que Maria vai falar ao subir na balança e ver seu peso desejado? O que ela vai pensar ao ver que conquistou a meta? Que superou todos os obstáculos que foram surgindo ao longo das semanas? Que ela foi mais forte que as tentações?

Maria consegue se imaginar olhando para o espelho e vendo uma Maria mais bonita, mais magra? Maria consegue se imaginar com uma saúde melhor? Brincando com sua sobrinha de 3 anos, Júlia, e se sentindo mais disposta por causa de sua nova educação alimentar?

É muito importante que esses cenários mentais estejam claros ao definir sua meta, você precisa ter certeza de que falhar com a meta não é uma opção.

No caso do Fernandes, ele já vive bem com sua família com o faturamento atual de sua loja. Aumentar seu faturamento não vai gerar grandes mudanças em sua vida. Perceba como Fernandes precisa de uma motivação muito mais emocional do que a racional que ele já definiu corretamente?

Fernandes precisa saber exatamente o que ele vai fazer com esse faturamento extra. Ele consegue se imaginar olhando os relatórios e analisando que conquistou seu aumento? Por que é importante para o Fernandes esse aumento? Ele vai investir em um melhor ambiente para seus clientes? Para que seus clientes se sintam completamente especiais ao entrarem na loja?

Quem vai ser a primeira pessoa que Fernandes vai comunicar a conquista de sua meta? Que superou o cansaço, a procrastinação e conquistou sua meta? Fernandes vai investir em publicidade para mudar a vida (para melhor) de um maior número de clientes?

“Eu quero colocar uma marca no universo” – Steve Jobs

Eu quero, eu posso e eu consigo! Imagem: Reprodução da Internet

Você consegue ver a diferença de como é muito mais forte quando juntamos uma meta emocional com uma meta racional? É muito importante definir claramente o peso emocional em sua meta, porque apenas assim você vai enfrentar e superar os obstáculos que vão surgir.

Legal né? Que tal então começarmos hoje a colocar no papel nossos desejos e metas, mas também na nossa mente que é possível: Que se eu quero, eu posso, eu vou conseguir? Rumo aos resultados a uma vida mais significante e mais feliz!

Leia também: 

Como gostar do seu Trabalho!

De onde vem a desmotivação? – By Álvaro Fernando

Vamos mudar o mundo? – Por Dariane Vale

 

 

Tags , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Escolha ser feliz!

Bom dia!

O Blog  estava de férias mas voltamos, e olha que legal, estou fazendo neste mês de julho/2017, 5 anos de blogueiro.

E sabe, em todo este tempo passei por tanta coisa e tive tantas decepções. A real é que a vida as vezes é bem injusta, mas sei que veio também bastante aprendizado, e hoje tenho a plena consciência que vale a pena não desistir.

Falando em férias, estivemos nos Cânions do Itaimbezinho, o que logo contarei para vocês! E nosso Instagram, já segue? Passa lá: @blogdospernes.

Então, queria contar para vocês que fiz uma escolha: seguir em frente!

E você pode fazer também, decidir e curtir ser quem você é, do jeito que você for, ou viver infeliz por não ser quem você gostaria. Você pode assumir sua individualidade ou reprimir seus talentos, tentando ser o que os outros gostariam que você fosse, ou o que a mídia impõe a você.

Você pode se arrumar e ir se divertir, brincar, cantar e dançar, ou dizer em tom amargo que não tem mais idade pra coisas “fúteis”.

Você pode olhar com ternura e respeito para si próprio e para as outras pessoas que ama, ou com aquele olhar de censura, que reprimi, poda, pune, fere e mata, sem nenhuma consideração para com os desejos, limites e dificuldades de cada um, inclusive os seus. Pense: Como posso ser mais amável e tolerante?

Você pode amar e deixar-se amar de maneira incondicional, ou ficar se lamentando pela falta de gente à sua volta. Você pode deixar sua vida como está para ver como é que fica ou com paciência e trabalho conseguir realizar mudanças importantes e necessárias no mundo à sua volta. Você pode mentir para si mesmo, achando desculpas e culpados para todas as suas insatisfações, ou encarar a verdade de que, no fim das contas, você é quem decide o tipo de Vida que quer levar. Pense: O que você gostaria de mudar hoje?

Você pode escolher o seus sonhos e por que não o seu “destino” e, através de ações concretas caminhar firme em direção a ele mesmo que aja avanços e retrocessos, vitórias e recaídas, ou continuar acreditando que seu futuro já estava escrito nas estrelas e nada mais lhe resta a fazer senão aceitar, lamentar e sofrer.

Você pode viver o presente que a Vida lhe dá, ou ficar preso a um passado que já acabou e que, portanto não há mais nada a fazer, ou a um futuro que ainda não veio e que, portanto não lhe permite fazer nada. Você pode ficar numa boa, desfrutando o máximo de coisas que você é e possui, ou acabar de tanta ansiedade e desgosto por não ser ou não possuir tudo o que você gostaria. Pense: Como posso ser feliz?

Você pode engajar-se no mundo, melhorando a si próprio e, por conseqüência, melhorando tudo que está à sua volta, ou esperar que o mundo melhore para que então você possa melhorar. Você pode celebrar a Vida e a Deus que o criou, ou celebrar a morte, aterrorizado com a ideia de pecado e punição. Pense: O que Deus quer para minha vida?

Você pode continuar escravo da preguiça, ou comprometer- se com você mesmo e tomar atitudes necessárias para concretizar o seu Plano de Vida. Você pode aprender o que ainda não sabe, ou fingir que já sabe tudo e não precisa aprender nada mais. Você pode ser feliz com a Vida como ela é, ou passar o seu tempo se lamentando pelo que ela não é.

Imagem: Reprodução da Internet

A ESCOLHA É SUA.
Pondere bastante ao se decidir, e faça boas escolhas, pois é você que vai carregar o peso das escolhas que fizer. E o importante, é que você sempre tem escolha. O mundo gira, a vida dá voltas e ser feliz depende de você! Pegue sua chave e abra a porta rumo ao bem estar e ao contentamento! O SUCESSO É SER FELIZ!

Nota: O texto acima foi escrito por mim, mas não totalmente. Fui inspirado e em algumas partes copiei o texto: http://www.refletirpararefletir.com.br/textos/a-escolha-e-sua.

Veja também:

O que seria tatuado na nossa testa?

Tags , , , , , ,

Saiba como se proteger de gripes e resfriados

A mudança repentina de temperatura tem tornado cada vez maior as incidências de gripes e resfriados. Mas qual é a diferença entre os dois? Existe uma maneira de prevenir essas doenças? O que fazer quando somos atingidos por elas?

Imagem: Reprodução da Internet

No artigo a seguir, o Dr. Nael Hwas, coordenador do Pronto Socorro Adulto do Hospital San Paolo, de São Paulo, fala sobre o assunto.

Ultimamente é muito comum ouvir que “o clima está uma loucura”. De fato, as estações parecem estar cada vez mais “indefinidas”, e a mudança brusca de temperatura tem sido comum. Isso, somado a outros diversos fatores, favorece o aparecimento de gripes e resfriados com mais frequência. Mas você sabe identificar quando está resfriado ou gripado?

A maioria das pessoas não conhece a diferença entre os dois. O resfriado comum é uma infecção viral e traz sintomas mais leves como congestão nasal, coriza clara e espirros. A gripe também é uma infecção viral; mas nesse caso já surgem a febre alta, cefaleia (dores de cabeça), dores no corpo, mal-estar, tosse seca, dor de garganta e coriza. Geralmente, dura entre sete e 10 dias e também pode desencadear complicações como sinusite bacteriana, otite média e pneumonia.

O profissional de saúde consegue saber se é um resfriado simples ou uma gripe avaliando o histórico clínico do paciente e realizando o exame físico. Assim, é possível fornecer um diagnóstico preciso.

Os resfriados podem ser prevenidos com medidas simples e que vão muito além do consumo de vitamina C. Boa alimentação, hidratação e higiene nasal também podem ajudar. A gripe, por sua vez, pode ser prevenida por meio da vacina anual. É importante estar sempre atento às campanhas nacionais de vacinação e seus prazos.

Não podemos esquecer, também, de proteger as crianças. A partir dos seis meses de vida a vacinação já pode ser aplicada; e, quando houver suspeita de qualquer complicação respiratória, é imprescindível levar a criança para uma consulta médica. O mesmo vale para os adultos, que têm o hábito de se automedicar. O ideal é buscar orientação especializada.

Dr. Nael Hwas é coordenador do Pronto Socorro Adulto do Hospital San Paolo, centro hospitalar localizado na zona norte de São Paulo, e o artigo foi enviado por e-mail pela Assessoria de Imprensa. 

Veja também:

Especial Saúde: Como se obter uma alimentação balanceada

Tags , , , , , , ,