Diva do dia: Betty Lago – Das passarelas a TV 3



“A gente tem muito mais força do que imagina”, foi uma das frases que ela disse em sua última entrevista em julho de 2015 para o Domingo Espetacular, da TV Record.

Sucesso nas passarelas internacionais nos anos 70 e 80, atriz de filmes e quase 30 novelas, apresentadora de vários programas de TV, ela sempre tinha fé e tanta vontade de vencer um câncer na vesícula que nunca deixou de mostrar um belo sorriso no rosto. Infelizmente o câncer a venceu na madrugada deste domingo, 13/09/2015.

Quando iniciamos o “Diva do Dia” aqui no Blog dos Pernés pensamos em transmitir a alegria, o carisma, a beleza natural e a força das mulheres brasileiras. E naturalmente  ao falar disso, não se esquece dessa mulher fenomenal. Com vocês: Betty Lago.


– “Eu me acho linda de qualquer jeito. E isso ninguém tira de mim. Nem um câncer, disse Betty Lago para a Vogue Brasil. 

A carreira de modelo: 

Depois de ser descoberta pelo fotógrafo Evandro Teixeira, mudou-se para o exterior em 1977. Por 15 anos, brilhou em passarelas do mundo e estampou capas e editoriais de moda de diversas revistas famosas da Itália, França e Estados Unidos. Trabalhou para estilistas como Pierre Cardin e Azzedine Alaïa, Valentino, Thierry Mugler. 

O estilista italiano Valentino Garavani, para quem Betty desfilou várias vezes nos anos 80 em Paris, deu um depoimento ao jornalista Bruno Astuto sobre a ex-modelo e atriz. “Ela foi uma das grandes musas que o Brasil deu à moda”. Completou: “Quando ela andava na passarela, fazia-se silêncio na plateia. Ela não era uma modelo clássica, era como uma imperatriz encantando o público com sua presença, encarnando uma diva nada amigável, com o queixo para cima. Aqueles olhos incríveis olhavam para você com orgulho, além daquele inacreditável nariz aristocrático. Quanta magia! Descanse em paz, minha querida amiga”.
Para a Vogue Itália, em 1987.



“Era uma modelo cheia de personalidade e uma mulher extraordinária. Trabalhou para mim diversas vezes. Fazia parte dessas brasileiras magnéticas“, disse Azzedine Alaïa.


Do glamour do mundo da moda para as novelas:

Ela começou a carreira de atriz na TV Globo, na minissérie “Anos Rebeldes”, em 1992, de Gilberto Braga. Esteve ainda em “Sex Appeal”, “Vira-lata”, “O quinto dos infernos”, “Pé na jaca” e “Guerra e paz” e “Quatro por Quatro” e vários outras.

Em Quatro por Quatro, ela fez a Abigail e uniu forças contra os homens com Babalu (Letícia Spiller), Auxiliadora (Elizabeth Savalla) e Tatiana (Cristiana Oliveira). 
Porém a vingança contra os homens não deu muito certo, tanto é que a última cena do último capítulo elas acabaram no mesmo lugar que estavam no primeiro, na cadeia. Mas a vingança continuaria. 

Na TV fechada, Betty estreou como apresentadora no programa GNT Fashion em 1995, no canal de mesmo nome. No GNT, ela também participou como debatedora dos programas “Saia Justa” e “Pirei – Com Betty Lago”.

A descoberta da doença e a despedida


Ao se descobrir com câncer, Betty não permitiu que a doença tirasse seu sorriso e vontade de viver. Numa entrevista ela disse: Continuo trabalhando loucamente,  “cheia de gás”. Já em relação ao tratamento contra a doença, a artista admitiu que não era fácil encarar os procedimentos médicos. “Ninguém tira um câncer de letra, mas é possível tornar as coisas mais leves”, explicou. “Aprendi a lidar com a situação da melhor maneira possível, acredito que manter o bom humor é fundamental sempre – um câncer não pode ter o poder de tirar sua personalidade, por pior que ele possa se apresentar. Acho que não dá para morrer em vida, se deixar vencer”, finalizou. 

Vários artistas deixaram sua homenagem a Betty, a atriz Luana Piovani se despediu: “Quem a conhece sabe que atrás daquela figura extrovertida e hilária havia uma criança doce. Lembro dela dizendo: ‘Valorize-se Luana! Sempre se imponha, não abaixe a cabeça pra esses wanna be que acham que mandam. Se você se valorizar, todos farão o mesmo’… Conversávamos muito, passeávamos de carro ouvindo as fitas cassetes que ela gravava das rádios americanas e nos tornamos mais cúmplices ainda na época do Saia Justa. Mesmo quando divergíamos, sabíamos que eram opiniões diferentes e só. Nos amávamos e nos admirávamos. Meu coração está tristíssimo, sentirei muita falta dela, mas sei que ela está bem, ao lado do Senhor, rindo pra gente. A gente é que sofre por aqui… Betinha… Te amo”.

O trabalho mais recente da atriz em dramaturgia foi na novela “Pecado Mortal”, da TV Record.

Atualmente, Betty estava participando da quarta temporada do programa “Desafio da Beleza, no Canal GNT,  ao lado da modelo Mari Weickert e do maquiador Daniel Hernandez.



Amigos e parentes da Betty Lago,, foram ao cemitério do Caju, na Zona Portuária do Rio, para a cerimônia de cremação da atriz, que não queria velório. Em meio a muita tristeza e lágrimas, os presentes fizerem questão de frisar a imagem que fica de Betty: humor contagiante e jeito marcante de alegria e irreverência. 



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 pensamentos em “Diva do dia: Betty Lago – Das passarelas a TV