Arquivos da Tag: Reflexão

Os 9 passos do Perdão

Se o perdão é tão bom e positivo para o ser humano, por que poucos optam por perdoar quando as pessoas as machucam? 

A resposta pode estar na cultura atual que valoriza mais a expressão da raiva e do ressentimento do que a paz do perdão. Além disso, a maioria das pessoas está confusa sobre o que é e o que não é perdão. As tradições religiosas, geralmente, reforçam a importância do perdão, mas não oferecem as etapas práticas de como fazer.

Liberte-se de si mesmo, e perdoe.
Imagem: Reprodução da Internet

Em seu livro ‘O Poder do Perdão’, o Ph.D Frederick Luskin, um dos maiores estudiosos sobre o perdão e diretor do Forgiveness Projects, da Universidade de Stanford, apresenta um processo, desenvolvido por ele, composto por nove passos que ajudam a pessoa a transformar o ato de perdoar em uma prática habitual e recuperar o controle de sua vida. São eles:

  1. Entenda exatamente como você se sente a respeito do que aconteceu e seja capaz de articular isso, falando a respeito com pessoas de sua confiança.
  2. Assuma com você o compromisso de superar. O perdão é para você, e mais ninguém.
  3. Perceba que perdão não significa, necessariamente, reconciliação.
  4. Adote a perspectiva certa: a principal fonte de sua mágoa é o sofrimento emocional e físico que você está passando agora e não a pessoa ou evento que a causou.
  5. Pratique técnicas de controle de estresse sempre que começar a se sentir irritado ou zangado.
  6. Não espere de outras pessoas aquilo que elas não têm para dar a você.
  7. Estabeleça objetivos positivos e descubra outras maneiras de atingi-los que não seja por meio da experiência que feriu você.
  8. Lembre-se de que uma vida bem vivida é a melhor vingança. Ao focar em suas feridas, você está dando poder à pessoa que o feriu. Aprecie o que se tem ao invés de concentrar-se naquilo que não tem.
  9. Dê um novo significado ao seu passado e inspire-se sempre em sua escolha de perdoar.

Veja também: O poder do Perdão

Release: Engaje! Comunicação Inteligente

Tags , , , , ,

O poder do perdão

O mundo vive tempos de forte intolerância, sentimento que tem encontrado terreno fértil nas redes sociais e onde junto com discursos de ódio conquista cada vez mais adeptos. A sociedade está cada dia mais intransigente com as causas diferentes do comum. Já é tempo de repensar os posicionamentos agressivos e apostar na serenidade, empatia, afeto, e no perdão como antídotos para essa hostilidade.

É hora de aprender a perdoar. Um número cada vez maior de pesquisas indica que o perdão proporciona uma série de benefícios à saúde. Qualquer pessoa pode se tornar mais tolerante quando desenvolve hábitos como a empatia, passando a focar no lado bom das coisas.

Resultado de imagem para perdao
O perdão é Liberdade
Foto: Reprodução da Internet

De acordo com Flora Victoria, mestre em Psicologia Positiva aplicada pela Universidade da Pensilvânia, quando não perdoamos os outros, nos colocamos em uma escravidão mental, física e emocional. “E quando permitimos que isso ocorra, a pessoa que nos feriu pode nos colocar em uma gaiola, sendo que somos os únicos que podemos nos libertar dela”, reforça Flora.

Para a especialista, a habilidade de perdoar prevê uma saúde positiva tanto mental quanto física. O ato do perdão protege contra os efeitos negativos do estresse e faz bem tanto à saúde de quem é perdoado como, principalmente, de quem perdoa.

O Ph.D Frederick Luskin, um dos maiores estudiosos sobre o perdão e diretor do Forgiveness Projects, da Universidade de Stanford, concluiu uma extensa pesquisa sobre o treinamento e a medição da terapia do perdão. Sua pesquisa demonstra que esse ato tão importante leva a um aumento da vitalidade física, esperança, otimismo e habilidades de resolução de conflitos.

“Minha pesquisa mostrou que aprender a perdoar ajuda as pessoas a magoar menos. As pessoas que aprendem a perdoar relatam menos sintomas de estresse, como dores nas costas, tensão muscular, tonturas, dores de cabeça e dores de estômago. Além disso, descrevem melhorias no apetite, no padrão de sono, na energia e no bem-estar geral”, afirma Luskin.

Porém, ele adverte que perdoar não é fácil, mas é uma competência que pode e deve ser treinada pelas pessoas que desejam ser feliz. “Perdão não significa que você precisa se reconciliar com alguém que o tratou mal. Se você foi vítima de abuso, agressão ou está em um relacionamento difícil, pode perdoar o ofensor e, como parte dessa escolha, tomar a decisão de encerrar ou limitar o contato com ele. O perdão é principalmente para a sua paz de espírito”, esclarece Frederick Luskin.

Flora Victoria é mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Foi considerada a Embaixadora da Felicidade no Brasil por Martin Seligman. É autora de importantes obras como Semeando Felicidade (2017) e Florescimento na Prática (2019) e prepara o seu mais novo livro, editado pela Harper Collins, que será lançado no início de 2020. Possui graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa, pela Harvard Business School; MBA, pela FGV; Marketing, pela ESPM e Tecnologia, pela USCS.

Release: Engaje! Comunicação Inteligente

Tags , , , , ,

Ao meu pai, com carinho!

Papai,
Gostava tanto de Você
 Tim Maia
Nem sei porque você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver
E aquele adeus, não pude dar
Você marcou em minha vida
Viveu, morreu na minha história
Chego a ter medo do futuro
E da solidão, que em minha porta bate
E eu
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você
Eu corro fujo desta sombra
Em sonhos vejo este passado
E na parede do meu quarto
Ainda está o seu retrato
Quero ver pra não lembrar
Pensei até em me mudar
Lugar qualquer que não exista
O pensamento em você
E eu
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você
Não sei porque você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver
E aquele adeus, não pude dar
Você marcou em minha vida
Viveu, morreu na minha história
Chego a ter medo do futuro
E da solidão, que em minha porta bate
E eu
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você
Eu corro fujo desta sombra
Em sonhos vejo este passado
E na parede do meu quarto
Ainda está o seu retrato
Eu quero ver pra não lembrar
Pensei até em me mudar
Lugar qualquer que não exista
O pensamento em você
E eu
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você
E eu gostava tanto de você
E eu gostava tanto de você
Eu gostava tanto de você
Eu gostava tanto de você
Eu gostava, eu gostava
Eu gostava tanto de você
Eu gostava tanto de você
Gostava tanto
Eu gostava tanto de você
Eu gostava
Já são, 9 anos sem você.
Que saudades!
*Compositor: Edson Trindade
Letra de Gostava Tanto De Você © Irmaos Vitale S.A. – Industria E Comercio
Tags , , , , , ,

Um dos maiores desafios da minha vida é o tema da redação do ENEM 2017

Como muitos já sabem, o primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017 teve questões de humanidades com carga de leitura e exigiu dos candidatos conhecimentos de história, geografia, filosofia, sociologia e até atualidades.

A polêmica da vez foi o tema da redação, que foi “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”.

A prova teve quatro textos motivadores, sendo que um deles incluiu dados sobre o número de alunos surdos na educação básica entre 2010 e 2016. Outro apresentou um trecho da Constituição Federal afirmando que todos têm direito à educação, com já falamos aqui. Um terceiro mostrou aos candidatos a lei de 2002, que determinou que a Língua brasileira de sinais (Libras) se tornasse a segunda língua oficial do Brasil.

O tema causou polêmica, mas eu não entendi o motivo, já que a redação do Enem costuma funcionar como forma de conscientizar as pessoas sobre o tema escolhido. Ou seja, as famílias, país afora, discutem o assunto que caiu na prova. É o que aconteceu com a questão da persistência da violência contra a mulher, por exemplo.

Mas pelo que vi, e fiquei indignado é que para muitos não é tão importante o fato de que os surdos terem vencidos barreiras, e lutaram para terem acesso a educação, onde até certo período, nem direito de ir a escola tinham já que eram considerados “incapazes’, ou de sofrerem o bullying e o preconceito, ou serem ignorados pela família e a sociedade e ainda hoje seguirem excluídos na escola e mercado de trabalho, mesmo que tenham a capacidade e formação educacional, necessária ou mesmo tendo um excelente rendimento como pessoa ouvinte, assunto que também já discutimos aqui.

Não podemos negar que houve avanços nas leis inclusivas no Brasil, e que estamos caminhando para um país “igual para todos”. Sim, as leis existem, e até impulsionou as matrículas dos estudantes com deficiências, por exemplo, que praticamente dobraram. Porém muita coisa está longe de se tornar realidade, sair do papel, já que construir uma educação ou mercado de trabalho inclusivo vai muito além da mera criação de vagas.

Um exemplo disso, e é que eu passei e ainda passo por isso, é que ocorre com todos surdos: embora muitos tenham passado a frequentar a escola regular, ou trabalhar numa empresa que respeita a lei de cotas, é comum que os professores, empregadores e a maioria dos estudantes e colegas de trabalho não dominem a Língua de Sinais, o que coloca em risco a socialização. Não falar a língua do outro é uma forma velada de desprezo e rejeição: o surdo até está no mesmo espaço, mas não é devidamente atendido ou respeitado. De fato, eu que vos escrevo me sinto transtornado pelo despreparo da sociedade em relação a isso, das escolas que estudei e dos lugares que trabalhei e até daqui onde hoje trabalho.

Para parafrear, cito as palavras da colunista Andrea Ramal: “Para que a educação e o mercado de trabalho seja inclusivo de fato, é preciso adaptar a infraestrutura das empresas e escolas, e que estas precisam contar com recursos multifuncionais e serem planejadas com acessibilidade arquitetônica e tecnológica. Além disso, é necessário a capacitação dos ouvintes para aprimorar as práticas necessárias, de forma que o ambiente seja um ambiente de oportunidades reais para todos”.

Já em relação, a vagas e estações de trabalho para surdos, falamos com o jovem Enzo Matheus, de 20 anos, que fez a redação do ENEM ontem, no estado do Ceará. Segundo ele, é necessário não apenas ampliação de ofertas de empregos, mas também projetos sociais envolvendo os surdos e a Língua de Sinais, de modo que também que envolva toda a comunidade. Para ele seria uma forma de intensificar as relações interpessoais de surdos e ouvintes.

De fato, a principal mudança está na atitude da comunidade. Teremos escolas e empresas inclusivas quando todos os que fazem parte destes – acreditarem que no convívio com os “diferentes” poderemos aprender, nos tornamos pessoas melhores, mais sábias, tolerantes e talvez até capazes.

É juntos com os surdos e demais pessoas com deficiência, que iremos construir oportunidades, e assim uma nova sociedade mais justa possa começar.

 

Gostou do texto?

Leia outros assuntos aqui no Blog, clicando aqui.

Tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Escolha ser feliz!

Bom dia!

O Blog  estava de férias mas voltamos, e olha que legal, estou fazendo neste mês de julho/2017, 5 anos de blogueiro.

E sabe, em todo este tempo passei por tanta coisa e tive tantas decepções. A real é que a vida as vezes é bem injusta, mas sei que veio também bastante aprendizado, e hoje tenho a plena consciência que vale a pena não desistir.

Falando em férias, estivemos nos Cânions do Itaimbezinho, o que logo contarei para vocês! E nosso Instagram, já segue? Passa lá: @blogdospernes.

Então, queria contar para vocês que fiz uma escolha: seguir em frente!

E você pode fazer também, decidir e curtir ser quem você é, do jeito que você for, ou viver infeliz por não ser quem você gostaria. Você pode assumir sua individualidade ou reprimir seus talentos, tentando ser o que os outros gostariam que você fosse, ou o que a mídia impõe a você.

Você pode se arrumar e ir se divertir, brincar, cantar e dançar, ou dizer em tom amargo que não tem mais idade pra coisas “fúteis”.

Você pode olhar com ternura e respeito para si próprio e para as outras pessoas que ama, ou com aquele olhar de censura, que reprimi, poda, pune, fere e mata, sem nenhuma consideração para com os desejos, limites e dificuldades de cada um, inclusive os seus. Pense: Como posso ser mais amável e tolerante?

Você pode amar e deixar-se amar de maneira incondicional, ou ficar se lamentando pela falta de gente à sua volta. Você pode deixar sua vida como está para ver como é que fica ou com paciência e trabalho conseguir realizar mudanças importantes e necessárias no mundo à sua volta. Você pode mentir para si mesmo, achando desculpas e culpados para todas as suas insatisfações, ou encarar a verdade de que, no fim das contas, você é quem decide o tipo de Vida que quer levar. Pense: O que você gostaria de mudar hoje?

Você pode escolher o seus sonhos e por que não o seu “destino” e, através de ações concretas caminhar firme em direção a ele mesmo que aja avanços e retrocessos, vitórias e recaídas, ou continuar acreditando que seu futuro já estava escrito nas estrelas e nada mais lhe resta a fazer senão aceitar, lamentar e sofrer.

Você pode viver o presente que a Vida lhe dá, ou ficar preso a um passado que já acabou e que, portanto não há mais nada a fazer, ou a um futuro que ainda não veio e que, portanto não lhe permite fazer nada. Você pode ficar numa boa, desfrutando o máximo de coisas que você é e possui, ou acabar de tanta ansiedade e desgosto por não ser ou não possuir tudo o que você gostaria. Pense: Como posso ser feliz?

Você pode engajar-se no mundo, melhorando a si próprio e, por conseqüência, melhorando tudo que está à sua volta, ou esperar que o mundo melhore para que então você possa melhorar. Você pode celebrar a Vida e a Deus que o criou, ou celebrar a morte, aterrorizado com a ideia de pecado e punição. Pense: O que Deus quer para minha vida?

Você pode continuar escravo da preguiça, ou comprometer- se com você mesmo e tomar atitudes necessárias para concretizar o seu Plano de Vida. Você pode aprender o que ainda não sabe, ou fingir que já sabe tudo e não precisa aprender nada mais. Você pode ser feliz com a Vida como ela é, ou passar o seu tempo se lamentando pelo que ela não é.

Imagem: Reprodução da Internet

A ESCOLHA É SUA.
Pondere bastante ao se decidir, e faça boas escolhas, pois é você que vai carregar o peso das escolhas que fizer. E o importante, é que você sempre tem escolha. O mundo gira, a vida dá voltas e ser feliz depende de você! Pegue sua chave e abra a porta rumo ao bem estar e ao contentamento! O SUCESSO É SER FELIZ!

Nota: O texto acima foi escrito por mim, mas não totalmente. Fui inspirado e em algumas partes copiei o texto: http://www.refletirpararefletir.com.br/textos/a-escolha-e-sua.

Veja também:

O que seria tatuado na nossa testa?

Tags , , , , , ,

Augusto Cury lança campanha de combate ao jogo Baleia Azul

Todo mundo aqui já ouviu falar do jogo Baleia Azul. E  todo mundo conhece o Augusto Cury, psiquiatra e escritor, não é mesmo?

Imagem: Divulgação . Jogo Baleia Azul – Na foto, Augusto Cury que renunciou os seus direitos autorais/patrimoniais para democratizar o acesso ao Programa e atender, gratuitamente, crianças e jovens em situação de risco social.

Então, o Augusto lançou mais um obra, que tem como objetivo promover a autoestima em jovens e adolescentes, demonstrar que há sempre alternativas para as dificuldades enfrentadas e contribuir para que os pais consigam desenvolver diálogo com seus filhos e assim juntos combater o jogo Baleia Azul, cujas principais vítimas têm sido adolescentes que passam por alguma fase especialmente difícil, por exemplo por estar em depressão, por encontrar nessas práticas uma forma de pedir ajuda, ou até mesmo por quererem ser aceitos e admirados no grupo de amigos.

Para tanto, o autor e o Ubook estão disponibilizando, de forma totalmente gratuita, o download do audiolivro “Petrus Logus – O Guardião do Tempo”. O lançamento oficial desta campanha foi feito na noite da sexta-feira, 19 de maio por Augusto Cury durante aconferência “Como educar filhos e alunos na era da ansiedade”, que foi transmitida pelo Facebook.

E foi assim que Augusto, por meio da Escola da Inteligência e o Ubook, lançaram campanha para combater a influência do jogo nos jovens e para orientar os pais em como evitar que seus filhos entrem neste desafio.

Pais, organizações e autoridades do mundo todo estão atentos e angustiados com a proliferação de vítimas do jogo Baleia Azul, ao qual, no início de abril deste ano, já eram atribuídos o suicídio de cerca de 130 adolescentes ocorridos em diversos países.

Por isto, a proposta desta parceria é promover a autoestima, demonstrar que há sempre alternativas para as dificuldades enfrentadas e contribuir para que os pais consigam desenvolver diálogo com seus filhos. Para tanto, o autor e o Ubook estão disponibilizando, de forma totalmente gratuita, o download do audiolivro “Petrus Logus – O Guardião do Tempo”, que marca a estreia de Augusto Cury na literatura juvenil.

Além de disponibilizar de forma gratuita o audiolivro, Augusto Cury, a Escola da Inteligência e o Ubook irão promover uma campanha nas redes sociais incentivando a leitura, o debate entre jovens e o diálogo entre pais e filhos, a fim de evitar que mais pessoas se tornem vítimas deste jogo.

A Escola da Inteligência é um Programa que objetiva desenvolver a educação socioemocional no ambiente escolar. Fundamentado na Teoria da Inteligência Multifocal, elaborada por Augusto Cury, foi pensado especialmente para atender às necessidades de alunos, professores e família, a fim de promover qualidade de vida e saúde psíquica. É considerado o maior programa mundial de desenvolvimento das habilidades socioemocionais, atualmente atendendo diretamente mais de 200 mil alunos em escolas de todo Brasil.

Augusto Cury renunciou os seus direitos autorais/patrimoniais para democratizar o acesso ao Programa e atender, gratuitamente, crianças e jovens em situação de risco social.

“Preocupados com a formação acadêmica dos filhos, muitos pais exageram na pressão quanto à escola e se esquecem de dar atenção ao desenvolvimento da inteligência emocional dos pequenos. No entanto, esse aprendizado é tão importante para o sucesso dos futuros adultos quanto matemática e português”, frisa Augusto Cury.

Justamente por acreditar na importância que a literatura tem para a instrução e formação das pessoas é que o CEO do Ubook, Flávio Osso, celebra a grande satisfação da empresa apoiar esta iniciativa da Escola da Inteligência e do Augusto Cury. “Além desta ação vir ao encontro da nossa filosofia de democratização da cultura, a orientação através da indicação de boas leituras sinaliza a preocupação e o respeito que os pais têm com os filhos e pode ser fator desencadeador de um diálogo leve na família sobre um tema tão sombrio que tem atormentado a sociedade”, indica Osso. Vale ainda destacar que o autor gravou uma introdução especial em áudio para a versão que está sendo disponibilizada.

Acredito ser importante e será uma ferramenta para a sociedade, pois todos nós estamos preocupados com o avanço do jogo Baleia Azul.

 Download

O download do audiolivro, que tem cerca de 8h30min de duração, está disponível no site (www.ubook.com) e no aplicativo Ubook (disponível para iPhones e Androids) e também no site da Escola da Inteligência.

Sobre o Ubook

Lançado no início de outubro de 2014, o Ubook é o primeiro serviço de assinatura de audiolivros por streaming do Brasil. Ele funciona como o Netflix para vídeos ou o Spotify para música: por um valor mensal, ou semanal, é possível ter acesso ilimitado a todo o catálogo através do aplicativo. A plataforma, que já conta com mais de 2 milhões de usuários cadastrados e possui mais de 10 mil títulos em seu acervo, está disponível para Web, iOs, Android e Windows Phone.

Para saber mais acesse www.ubook.com

Sobre a Escola da Inteligência

A Escola da Inteligência é a primeira empresa do Grupo Educacional Augusto Cury e foi criada em dezembro de 2010 na cidade de Colina – SP. Desde 2012, a Escola passou a funcionar em Ribeirão Preto, sob a direção de Camila Cury e Bruno Oliveira.

O Programa inovador é aplicado em 1 hora/aula por semana, dentro da grade curricular, como uma nova disciplina ou dentro de uma disciplina já existente e conta com o auxílio de materiais impressos e audiovisuais, avaliação do desenvolvimento da inteligência socioemocional e formação dos professores, para ensinar os alunos sobre o funcionamento da mente e os comportamentos humanos.

A metodologia da Escola da Inteligência é específica para cada faixa etária, e envolve as seguintes áreas do saber: Neurociência, Psicologia e Filosofia. Atualmente, o Programa atende diretamente mais de 300 mil alunos em instituições privadas e públicas no Brasil. O site do programa é o www.escoladainteligencia.com.br

Informações para a imprensa:

Escola da Inteligência: Medialink Comunicação – (11) 3817-2131

Raul Fagundes Neto – raul.fagundes@medialink.com.br
Fernando Marchi – fernando.marchi@medialink.com.br
Eduardo Vella – eduardo.vella@medialink.com.br
Ana Cunha – ana.cunha@medialink.com.br | (16) 98152-0398

Ubook: Tiro de Letras – Agência de Conteúdo e Comunicação – (11) 2936-9967

Angela Ferreira: +55 11 98262-2218
Eunice Dornelles: +55 11 99425-2755
Scheilla Lisboa: +55 11 99906-2577
news@tirodeletras.com.br

Leia mais:

Das séries que amamos (?) – 13 Reasons Why

Tags , , , , , , , , , , ,

Quando falamos SIM, e queremos falar NÃO.

Você já disse SIM para algo a que preferia dizer NÃO? Ou, você disse NÃO, para algo que gostaria de experimentar? Ou aquele  sonho que você tem, e que provável que não conseguirá realizar,  embora seja interessante tentar?

Pense que aconteceu com você na última semana, ou talvez nos últimos 30 dias ou quem sabe no último ano. Alias, quantas vezes na sua vida isso já aconteceu?

Agora pense: ainda é possível voltar atrás? Ou essa decisão é possível ser mudada? Talvez seja…

Que tal então, fazer valer a pena dessa experiência da próxima vez para dizer SIM?

Mas talvez não seja possível. Então, vamos levar essa experiência e buscar o que podemos aprender com a mesma. E começar agora a estabelecer o que chamamos de limites. E tanto é que já dizia a música, “Dizer não é Dizer sim”, gravada em 1989, pela Banda Kid Abelha e composta por Paula Toller, George Israel:

Dizer não é dizer sim, 

Saber o que é bom para mim

Não é só dar um palpite,

é mostrar o meu limite (…).

Qual é o seu limite? A resposta a esta pergunta, cabe apenas a você. E a reflexão para a mesma é crucial para dar o SIM ou o NÃO.  No final, veja o que é bom para você. Arrisque-se se necessário! Se decidir-se pelo SIM ou pelo NÃO, lembre-se de fazer isso por quem realmente merece, mas não esqueça de você.

Mas ao impor seus limites ao seu SIM ou Não, é necessário também impor limites a como os outros devem se portar com você: Você não precisa aceitar quando alguém se dirige a você de uma maneira que não lhe agrada, ou quando não o trata com gentileza e respeito. E não importa se é o seu chefe, a sua sogra, o papa, o rei ou seu melhor amigo.

Tampouco importa se aceitava a situação que se sempre foi assim. Lembre-se que nunca é tarde para impor limites. Comece hoje a lutar por você, pelo poder do SIM, pela força do seu NÃO.

Texto: Thiago Perné Santos – para o Blog dos Pernés

Tags , , , , , , , , ,

Seja Grato e melhore sua vida financeira – Por Márcia Luz

A psicóloga Marcia Luz é criadora do método “Jornada da Gratidão”, que coloca a gratidão como a grande responsável por transformar a vida de qualquer pessoa em poucas semanas. Segundo ela, nós atraímos e enxergamos em nossas vidas qualquer coisa à qual dedicamos atenção, concentração e energia, seja em termos positivos ou negativos. Ou seja, mesmo nas mais difíceis das situações, agradecer as coisas boas que temos – e não damos valor – faz com que vibrações positivas sejam atraídas.

Imagem: Reprodução

De acordo com Márcia, essa mesma linha de raciocínio se aplica à vida financeira – portanto, agradecer por aquilo que já foi conquistado é uma forma de atrair mais prosperidade.

“Claro que não é fácil modificar o padrão de pensamento e sentimento quando tudo à nossa volta está indo de mal a pior, mas o que eu proponho é que as pessoas encontrem motivos para ser gratas. Você pode, por exemplo, ser grato pela sua família e amigos, por ter um teto para se abrigar, comida para se alimentar”, explica ela.

“Gratidão é devolver ao universo a alegria pelas dádivas recebidas e, como ele percebe que você gostou, continua ofertando mais do mesmo. Essa lógica também vale para a vida financeira; a gratidão é a ferramenta mais poderosa para identificar todas as oportunidades que acontecem à nossa volta, o tempo todo, e que até então não estavam sendo percebidas”,

Veja também:

Seja Grato – Por Márcia Luz

 

Tags , , , , , , ,

Seja Grato – Por Márcia Luz

Todos os dias, é dia de conquistar nossos sonhos, de fortalecer nossas vidas, nossos relacionamentos. Todos os dias, é dia de recomeçar, de compartilhar, e de agradecer.

Por tanto, que bom ter vocês aqui no Blog. Obrigado pelo apoio, comentários, acessos e tanto carinho, que as vezes recebo. Obrigado, obrigado e obrigado. E falando em agradecer, é totalmente oportuno que compartilhar com vocês o texto de Márcia Luz*, psicologa, professora, coach, autora do livro “A gratidão transforma”.

Com vocês: A gratidão fortalece os relacionamentos.

Você já se perguntou por que os relacionamentos fracassam? Em partes, podemos dizer que pelo mesmo motivo que empresas vão à falência: falta de foco e de dedicação. E, quando falo em relacionamentos fracassados, não me refiro apenas a casamentos, mas também à relação entre pais e filhos, irmãos, amigos, vizinhos ou colegas de trabalho.

Alguns dos motivos que levam os relacionamentos ao fracasso são: não acreditar na própria relação; não fazer do relacionamento algo indispensável; deixar de cumprir o que é prometido; não assumir responsabilidade; e, por vezes, desistir diante de desafios que parecem insuperáveis, mas que, no fim, são os que põem à prova a solidez de um relacionamento.

Todos os dias, ouço histórias de pessoas que sofrem por situações mal resolvidas com alguém significativo em suas vidas. Por exemplo, um executivo, com quem mantive contato recentemente, que não se perdoava por ter recusado dar um abraço em sua mãe pouco antes de ela falecer. Mas não devemos julgá-lo, pois todos cometemos erros ao deixar problemas que começam insignificantes atingirem proporções com as quais não estamos prontos para lidar.

Em vez de permitir que essas situações aconteçam, devemos exercitar diariamente a gratidão – essa simples atitude pode se tornar fundamental para que as relações floresçam e sejam duradouras. Mas o que, exatamente, isso significa? Isso nada mais é que aquela parte do dia em que você toma plena consciência das pessoas que estão à sua volta, aquelas que não poderia perder de maneira alguma. Esse período de reflexão interna nos faz, consciente ou inconscientemente, valorizar as pessoas, pois sabemos que, sem elas, nossas vidas seriam um pouco mais duras.

Pouco importa a que ou a quem é direcionada essa gratidão. Pode ser um agradecimento a Deus, ao cosmos, ao universo, a uma força mística maior que todos nós. O que é realmente importante é a gratidão pelo que nos é dado, exprimir os motivos pelos quais somos gratos por ter a presença daquelas pessoas em nossas vidas. Quando agradecemos, é como se a vida entendesse o recado, visse que gostamos daquilo que ela nos proporcionou e mandasse mais coisas boas.

Imagem: Getty/ Reprodução

Proponho que você comece hoje mesmo. Olhe ao seu redor, aos seus familiares e amigos, e pense no quanto a presença deles em sua vida lhe faz bem. Além de agradecer por tê-los por perto, sugiro também alguns exercícios no relacionamento:

– Perdão: experimente perdoar. Você dificilmente será um ser humano totalmente completo enquanto não perdoar mágoas mal resolvidas;

Elogie: teça elogios à pessoa. Esses pequenos gestos fazem a diferença no dia a dia do relacionamento;

Valorize o positivo: às vezes, mesmo que sem perceber, destacamos apenas o que é negativo. Procure focar no que a pessoa tem de positivo;

Expresse seu amor: seja por meio de um abraço ou dizendo “te amo”, expressar sentimentos positivos é sempre revigorante para a relação.

* A autora é realizadora do 1º Congresso Mundial da Gratidão (Comgratidão), que reuniu 40 mil participantes em 2016. Mais informações em www.marcialuz.com e www.facebook.com/marcialuz.fanpage.

Leia também:

A beleza da diversidade, do talento e do respeito

Tags , , , , , , ,

Por que ser feliz apenas no carnaval? – por Elaine Ribeiro

Máscaras serão usadas. Bandeiras serão levantadas e balançadas. Serpentinas e confetes serão jogados ao ar. O som de pandeiros, tamborins, surdos e baterias vibrarão. Neste feriado de Carnaval, cada um decide como quer passar, mas é importante nunca esquecermos, nossos princípios, valores e nossas crenças nesses dias.

E também não menos importante nunca podemos esquecermos de quem realmente somos. E nossos amigos? Serão terão o poder de nos influenciar? Lembrem-se que máscaras podem ser usadas, mas uma hora podem cair, por isso cuidado, Seja feliz e esteja alerta, o ano todo. E ele só está começando. 

Falando um pouco mais sobre a data, reproduzo na íntegra o artigo de Elaine Ribeiro sobre a data, pois achei bastante interessante. E espero que gostem:

Continuar lendo

Tags , , , , , , ,