Cães que virariam comida na Coreia são resgatados



Boa noite,

Um pingo de esperança, na humanidade. Vamos cuidar mais dos pets? #Adote!

Quarenta e seis cachorros foram levados em um avião da Coreia do Sul para Nova York, nos Estados Unidos, depois de serem resgatados em uma fazenda onde seriam abatidos para consumo humano, de acordo com uma organização em defesa dos animais.
A Humane Society International é responsável por salvar cachorros que não foram alimentados o suficiente para sobreviver.


Os animais chegaram ao Aeroporto Internacional Kennedy na noite deste sábado e foram levados neste domingo (26) a abrigos de emergência em Nova York, Maryland e Pensilvânia.
A fazenda em Goyang, cidade ao norte de Seoul, “era mais como um calabouço, onde há pouca luz, pouca ou nenhuma ventilação, então o cheiro de amônia faria com que escorressem lágrimas dos seus olhos quando você entrasse”, disse Kelly O’Meara, que supervisiona projetos internacionais da organização. “Você veria olhos olhando para você, mas seria difícil ver os próprios cães no escuro”.
De acordo com O’Meara, os cachorros não recebiam qualquer atendimento veterinário na Coreia do Sul.
Nos EUA, os cachorros resgatados serão colocados para adoção depois de os abrigos avaliarem seus comportamentos e necessidades médicas.
Segundo O’Meara, a indústria de carne de cachorro está diminuindo na Coreia do Sul. No entanto, a carne de cerca de 2 milhões de cachorros ainda é consumida a cada ano na Coreia do Sul.
Nas sete fazendas de onde a Humane Society resgatou mais de 800 cães desde 2015, os animais que seriam abatidos incluíam cães de raça pura e misturas, desde Chihuahua e Maltês a vários spaniels e um São Bernardo.

Fonte: G1


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *