Direitos do Consumidor: Reclamação – Asics do Brasil (Tênis Gel Spectrum) 2



Hoje irei falar de um problema que tem me causado uma tremenda insatisfação, dor de cabeça e tudo de ruim que possam imaginar relacionado a um produto de má qualidade, trata-se do Tênis Gel Spectrum da Asics do Brasi.

Estou buscando registrar em todas as formas existente na internet, de modo a buscar meus direitos de consumidor. Segue detalhes da minha luta:

Reclamada: #AsicsDoBrasil

Produto com defeito, fora dos padrões de Qualidade e Conforto: Tênis #GelSpectrum.

Defeito apresentado: O produto possui certa estrutura interna bem dura e apenas até a cerca da metade do calcanhar.

Quantas vezes utilizado:

1. de modo casual, cerca de 7 vezes para uma viagem que fiz a Curitiba (Até então apresentou um desconforto significativo, que passei a utilizá-lo com duas meias). Desconforto que pensei que seria devido estar caminhando muito.
2. Para o fim do tênis que é Atividade Física, foi utilizado 3 vezes para caminhar/ correr numa esteira na Academia.

Danos causados e causa principal da Insatisfação: a estrutura mencionada corta o calcanhar, causa calos e dores. Imagine você andando ou correndo e uma lâmina cortando seu pé? Essa é a sensação que eu tenho quando comecei a usá-lo na academia.

Contatos com a empresa em busca de uma solução:

1o contato, via Fale Conosco (site): 28/12/2015, 12:25.
Resposta da empresa em 28/12/2015, 13:23: “Informamos que o prazo de garantia ASICS é de 90 dias, a partir da data da compra. A ASICS BRASIL apenas realiza troca de produtos com defeitos de fabricação dentro do prazo de garantia, e nesse caso, o prazo de garantia do seu produto expirou. Lamentamos não poder ajudar, devido o prazo de fabricação ter expirado”.

2o contato, via E-mail (fale.conosco5@asics.com): 29/12/2015, 10:40.
“Agradeço o retorno. O princípio da compra está diretamente ligado ao princípio da proteção da confiança, fundada na expectativa do consumidor de que os produtos ou serviços ofertados se encontram adequados aos “fins que razoavelmente deles se esperam” (Art. 20, parágrafo 2º do CDC – Código de Defesa do Consumidor).
Importante lembrar que conforme o disposto no ART. do CDC, o comerciante ou fornecedor é igualmente responsável, subsidiariamente, pelos danos causados ao consumidor por defeitos no produto ou por informações insuficientes ou inadequadas, nos termos do ART. 12 do CDC. O Código de defesa do Consumidor rechaça a não atendimento ou efetivação do pagamento ao consumidor prejudicado. A norma do ART. 24 do Código estabelece expressamente a garantia legal de adequação dos produtos e serviços. O que significa qualidade para o atingimento do fim a que se destina o produto ou o serviço, segurança, para não causar danos ao consumidor, durabilidade e desempenho.
Portanto, a ACSIS Brasil deverá responder solidariamente pelos vícios de qualidade que tornem seus produtos impróprios ou inadequados ao consumo a que se destinam. Não pode desonerar-se de sua responsabilidade.
O fornecedor deve colocar no mercado de consumo produtos de boa qualidade, sem vícios ou defeitos ocultos que os tornem impróprios ao uso e consumo ou lhes diminuam o valor. As opções do consumidor se encontram elencadas no artigo 18 do CDC:

§ 1° Não sendo o vício sanado no prazo máximo de trinta dias, pode o consumidor exigir, alternativamente e à sua escolha:

I – a substituição do produto por outro da mesma espécie, em perfeitas condições de uso;
II – a restituição imediata da quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo de eventuais perdas e danos;
III – o abatimento proporcional do preço.

Compreendo que o prazo de garantia de 90 dias para defeitos de fabricação para defeitos aparentes. Porém, neste caso como identifiquei a falha no tênis que tem me causado desconforto apenas depois quando de fato comecei a utiliza-lo para o fim que se destina ou seja, atividades físicas, compreendo que se enquadra como vício oculto (Artigo 26 do CDC) e que neste caso a própria Lei estipula que os prazos são contados a partir do momento em que o defeito é detectado pelo consumidor, conforme já informado dia: 30/11/2015. E não podendo descartar o primeiro contato com o fornecedor: 28/12/2015.

O CDC se preocupou em fazer essa diferença, pois não se espera que um produto relativamente novo ou ainda mesmo que já usado por um certo tempo apresente defeitos. E para isso, deve o consumidor levar em consideração o tempo médio de vida útil do produto. Por exemplo, não se espera que um computador ou celular dure menos de 1 ano. Ou no caso em questão um produto como um tênis de uma marca renomeada não seja prático, confortável e apresente falhas com menos de 1 mês de uso.

Diante do exposto, o fornecedor deve responde pelos vícios ocultos decorrentes da própria fabricação, ou seja, neste meu caso, o vício se dá provavelmente devido ao material do produto, que conforme já mencionado e provado em fotos tem proporcionado grande desconforto e dores e calos nos pés. Ou seja, não ofereceu a segurança e qualidade que dela legitimamente se espera (artigo 12, parágrafo 1º). O tênis é inadequado, pois não atendeu à finalidade para a qual se propõe, não tem a qualidade necessária para ser funcional, e não correspondeu ordinariamente às minhas expectativas de consumidor quanto à finalidade da aquisição ou à utilização do produto. Logo, a relação de causalidade entre o dano e o produto adquirido existe (nexo causal). O que não é caso dos outros produtos que comprei da marca.
Estou no aguardo da gentil colaboração e atendimento de minha solicitação ou estou disposto a estar procurando outros meios legais, talvez por meio do PROCON, ou advogado particular e tornando público a insatisfação com o não atendimento de minha solicitação: (RECLAME AQUI).
Resposta da empresa em 04/01/2016, 11:49:
“Agradecemos o retorno, A informação que nossa funcionária lhe passou do prazo expirado de 90 dias procede, porem como o senhor mencionou Vício Oculto em seu produto, precisamos de uma confirmação técnica dos nossos Engenheiro de Qualidade, e iremos receber seu produto para uma análise técnica em nosso Centro de Qualidade. Constando realmente algum defeito prontamente iremos efetuar a troca, caso contrario o produto será devolvido. Para que possamos dar sequência em seu atendimento, necessitamos que nos encaminhe uma cópia do comprovante de compra. Caso não tenha o cupom fiscal, solicite a sua 2ª via junto à loja ou Declaração de Compra, a mesma deve estar em papel timbrado e carimbado pela loja”.

3o contato com a empresa, via e-mail em 05/01/2016, 22:55:
Boa noite, Conforme solicitado segue em anexo NF 005324, da compra do Tênis Gel Spectrum VMP, efetuada no dia 03/07/2015 na Flavios Calçados e Esportes Ltda.
Resposta da empresa em 06/01/2016, 09:23:
“Iremos receber o produto para análise, confirmado o defeito de fabricação, o mesmo deverá ser trocad. Caso não possua defeito de fabricação o mesmo será devolvido junto a um Laudo. Em breve, receberá um código de postagem, que é uma autorização para que envie o seu produto para o nosso centro de qualidade, sem custo nenhum”.
Resposta da empresa em 06/01/2016, 17:22:
Olá Sr. Thiago, boa tarde! Para que possamos realizar seu cadastro em nosso sistema, necessitamos que algumas informações. Numero da residencia, Complemento, caso haja, Numero de telefone para contato. Após o recebimentos dos dados solicitados, realizaremos o cadastro de sua solicitação de analise, e na sequencia será encaminha um código de postagem para que o senhor nos encaminhe seu produto para analise.
Em caso de dúvidas, estamos á disposição”.
Resposta da empresa em 08/01/2016, 10:18:
Segue abaixo o código de postagem, através dele é possível postar o seu produto sem custo em uma agência própria dos Correios. Por gentileza seguir as recomendações abaixo:
· Embalar o produto para que os Correios não cobrem o valor da embalagem (sendo na própria caixa, ou em caso de não possuir a mesma, em qualquer outra que comporte o produto)
· Identificar a caixa com o seu nome completo e o número do seu atendimento
· Em caso de calçados, para realizarmos a análise, deverá ser encaminhado O PAR de tênis, e não somente o pé que apresenta defeito.
· Favor não enviar documentos junto com o produto para análise, como: notas fiscais, copias de documentos pessoais, cupom de compra, etc.

Conclusão?

Em 09/01/2016, enviei o tênis novo e limpo de modo a atender às recomendações da empresa. Em 25/01/2016, recebi o tênis aparentemente sujo e manchado. Com o laudo de que não haveria troca uma vez que funcionários treinados analisaram o produto e o padrão de qualidade do tênis estava de acordo, e que a empresa não efetuaria a troca e nem se responsabiliza por falhas e vícios ocultos desse tipo.

A empresa que não contrata profissionais capazes de atender clientes de modo adequado e de solicitar todas as informações que necessitam e de a identificar falhas grosseiras em um produto, além de ter sujado meu tênis e ter preferido pagar um envio e uma devolução do produto, do que realmente reconhecer que neste modelo e mais de uma falha na qualidade de fabricação. Reitero que o produto não foi feito de modo a atender o cliente final, e cônscio de que o erro foi no lote do modelo, resolvi ir atrás em busca de novas informações e ao pesquisar em vários sites na internet como o site “Reclame Aqui”, Redes Sociais como “Instagram” e “Facebook” descobri vários consumidores enganados, insatisfeitos e machucados por vários modelos da marca, INCLUSIVE, do mesmo modelo do meu.

Gel Spectrum da Asics com defeito image

 

Caso desejem ver que não minto, pesquisem no buscador de internet, utilizando palavras como: “Gel Spectrum defeitos, reclamações, reclame aqui“.

Várias reclamações do Asics Gel Spectrum no Reclame Aqui.

                                              Várias reclamações do Asics Gel Spectrum no Reclame Aqui.

Diante disso, resolvi dar um próximo passo e registrar em 25/01/2016, minha insatisfação com o produto no também no site “Reclame Aqui”, sendo o 4a e 5a tentativa/ contato afim de solucionar este problema.

Até o momento nenhuma solução e retorno à não ser relacionado que o Gel Spectrum é perfeito e que o louco sou eu. Ainda tenho esperanças de que uma empresa de renome mundial como a ASICS perceba que o tênis é uma droga e meu caso não é isolado, e que deve se responsabilizar por isso. O que posso fazer depois disso? Aguardar e estar disposto a ir no PROCON.

E vocês já passaram por algo assim? Quais os problemas, conseguiram ajuda e contato com a empresa? Eles atenderam? Conte tudo para nós aqui e peço que divulguem meu caso nas redes sociais.

Qualquer novidade, os atualizo aqui.

Aquele beijo, aquele abraço!

 



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “Direitos do Consumidor: Reclamação – Asics do Brasil (Tênis Gel Spectrum)