Arquivos da Tag: Viagens

Guia Goiás é mais – Os encantos de Pirenópolis

        Pirenópolis uma cidade linda daqui de Goiás, unem-se as duas vertentes formadoras de uma cultura vigorosa; o bem patrimonial conservado e íntegro e o pensar e fazer cotidiano de seus moradores, pautado em tradições seculares, que tecnologia e modernidade e não conseguiram ainda abalar.

História:

Pirenópolis foi tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional em 1989. Mas sua história vem bem antes disso. Ela nasceu de um pequeno arraial minerador no início do século XVIII e incrustada aos pés da Serra dos Pireneus, Pirenópolis constitui-se hoje em um dos mais ricos acervos patrimoniais do Centro-Oeste.

Por ter sido um centro urbano fluorescente até fins do século XIX e, em seguida, ter experimentado um período de estabilidade e isolamento, que a manteve intocada pelas transformações do século XX, a antiga Minas de Nossa Senhora do Rosário Meya Ponte conservou praticamente intacta sua feição original. Não como um cenário vivo, mas como uma cidade viva, que manteve acesa a criatividade que sempre a caracterizou, através de um forte apego a seus valores, tradições e manifestações culturais

Pirenópolis manteve-se como testemunho vivo dos primeiros tempos da ocupação do território goiano. Cristalizou-se a feição do arraial das primeiras décadas do século XIX, que vivia então o auge de sua prosperidade e cultura, constituindo-se no que hoje é um bem histórico de valor inestimável, tanto para o Estado de Goiás como para a nação.

         O Arraial foi criado em 1727; elevado à Vila em 1832; a Vila foi elevada a categoria de cidade em 1853. O nome de Pirenópolis (1890), significa cidade dos Pireneus.

         Distante 150 km de Brasília e 120 km de Goiânia, Pirenópolis conta com ótima e diversificada rede de hotéis, pousadas e campings, além de restaurantes que servem desde boa comida regional à internacional. Em suas estreitas ruas e ladeiras estão casas que oferecem variado e autêntico artesanato. O visitante encontrará em seu entorno uma natureza vigorosa e característica, protegida por santuários de vida silvestre e enriquecida por rios e cachoeiras de rara beleza e em cada casa, rua tranquila e praça a cordialidade de um povo hospitaleiro e amigo.

Como chegar de ônibus: 

De Goiânia para Pirenópolis:

Horários: todos os dias às 17h

Preço da passagem: R$ 31,74

De Pirenópolis para Goiânia
Horários: todos os dias às 9h15
Preço da passagem: R$ 31,74

De Anápolis para Pirenópolis:8h/ 11h / 14h00/ 15h30e 18h15
De Pirenópolis para Anápolis: 6h30/ 9h30/ 12h30/ 15h30 e 17h

Aos domingos: De Pirenópolis para Anápolis: 6h30/ 9h30/ 12h30/ 15h30/ 17h00e 18h15

Preço da passagem: R$ 9,00

Onde ficar: 

Estive lá duas vezes este ano e em uma delas fiquei na Pousada Vovó Laurinda e na outra Quinta do Abade:. Como é lá:

Vovó Laurinda é Bem localizado, quartos e áreas externas bem espaçosos. Quinta do Abade um pouco mais afastado, mas é muito longe. Nesta inclui sala e cozinha, super bem decorados.

Em relação ao atendimento é muito bom, de todos em ambos locais. Porém:

— As diárias de ambas não incluem café da manhã. Mas na Pousada Vovó Laurinda, há uma área com biscoito, café e água à disposição dos hóspedes.

—  Na Pousada Vovó Laurinda, apesar de não me incomodar tanto, creio que após as 22:00, o volume da conversa e movimentação da área externa deve ser controlado. Havia movimentação e conversa constante, inclusive por parte de atendentes e hóspedes após este período. Já na quinta dom Abafrc cigarro e charutosa próximos mos aos quartos, mesmo nas áreas dentro faz Pousada não deveriam ser permitidos, realmente algo que incomodou.

— Não gostei dos cobertores na Pousada Vovó Laurinda, pois tenho alergia.

Onde comer: 

Pizza em Frente a pousada:

— A cortesia de todos funcionários, decoração e espaço muito bons. Ponto alto!

— Pedi lasanha à bolonhesa, e embora gostei da massa mas não do molho e tempero. Talvez muito artificial.

— Já o atendimento as mesas é rápido, coisas de minutos. Mas percebi que isso mudou quando na chegada de mais clientes e achei o atendimento quando pagamento desorganizado.

Cafe colonial Sibipiruna: Na cidade há muitas opções, mas experimentamos em frente à Pousada também. Atendimento muito legal, embora meio lento. A comida é boa e tem variedades de doces. Porém pelo preço, penso que faltaria um pouco mais de frutas. E mais opções.

Empreendimento Quinta Santa Bárbara: Um dos motivos para a segunda visita, foi a convite da construtora para conhecer este empreendimento e que está em construção. Um local que quando pronto será maravilhoso.

Bem, no tempo todo é dito que a visita é sem compromisso para conhecer o empreendimento, não achei necessário perguntar algumas coisas, logo na chegada ao empreendimento, como endereço, profissão e renda.

Diante disso, penso que havia talvez certo desespero para venda dos apartamentos. Apesar da equipe ser super acessível e carismática, incluindo de Marketing, os e fui atendimento pré viagem pela maravilhosa Beth  e das “facilidades” como parcelamento da entrada e de parcelamento, não havia prazo pra pensar ou colocar os gastos com papel. Depois que saísse do local, não há mais oportunidade de obter uma série de benefícios e descontos.

Táxis: Os dois táxis que usamos na cidade são em geral bem ruins. Não de conservação, mas sim são sujos e cheios de papel espalhados, e o atendimento bem mais ou menos e o preço? Eu achei muito caros. Mas existem varias opções de táxis particulares. E com certeza poderá encontrar um no meio termo. Dica: Combine antes!!

E de todas as cachoeiras, vá também em Salto de Corumbá.

Aqueles dias em Salto de Corumbá/ Go

Tags , , , , ,

Las riquezas da Playa Parayso

Uma das praias mais lindas do litoral mexicano, sem sombra de dúvidas: Playa Parayso, localizada em Tulum (pertinho de Cancún) no estado de Quintana Room.

Ambiente agradável, mar azul e uma paisagem linda. O mar não é calminho, mas também não é tão forte. Tudo tão perfeito que da pra esquecer os problemas por uma boa parte do tempo.

Como chegar:

Em primeiro lugar, que logo no aeroporto de Cancún, vão lhe oferecer a opção de realizar um tour até Tulum por “apenas” US$ 149 (mais de R$ 600). Mas, sinceramente, essa opção só vale a pena se você estiver disposto a rasgar dinheiro, já que é bem fácil chegar até lá por conta própria.

Saindo de Playa del Carmen, a maneira mais fácil de chegar a Tulum é de van que já indicam que Tulum é seu destino.

Dúvidas? É só perguntar ao motorista que você irá descer na zona arqueológica. Quando eu fui (maio/2015) o motorista cobrou cerca de 40 pesos mexicanos (nem de R$ 10).

Um passeio de perder o fôlego, e se eu voltaria ao Mexico? Voltaria sim, mas não para ir em Cancún, que achei que não vale a pena. Cozumel também não. Tulum, Akumal e Islas Mujeres sim, arriba!

Tags , , , , , , , , , ,

V de VIAGEM

No meio de tantas frustrações e peças que a vida nos prega é essencial que tenhamos tempo para nós mesmos: um dia, uma hora, 15 minutos. Não importe o tempo que dure, mas sim que usemos este tempo para refletirmos o quão somos afortunados apesar do estresse do dia a dia.

Que tal usar este tempo e meditar também no que deu errado e o que pode fazer de diferente? O aprendizado vem com os erros, e dizem que a partir de erros passados, podemos fazer melhores escolhas e saber o que é prioridade. E se “Antoine de Saint Exupéry” estiver certo e se o essencial for realmente invisível aos que tal investir no melhor uso do tempo e no que realmente te faz feliz?

Bem, minhas férias chegaram e estou de malas prontas rumo ao litoral de Santa Catarina. E eu espero que além de muita paz e sossego eu possa descobrir novos rumos, novos caminhos e até trazer novos temas para vocês aqui no site.

Minha mala está pronta, vamos rumo a diversão, a paz de espírito e ao crescimento emocional?

A vida é dura, mas neste tempo que estiver por lá, quero concentrar no que é belo, e agora sei que isso vai muito além de paisagens naturais, o que é e pode ser belo, está dentro de mim.

Eu estarei de bem com vida e o tempo vai ser cura. E poderei fazer bom uso dele, mas tb sempre que puder estarei no Instagram, com dicas para vocês. Venha comigo nessa aventura e prepare seu coração, que vai ser demais!

Leia também:

Preparar, apontar: Desacelerar – por Dariane Vale

 

Tags , , , , , , , , , , , , , ,

Férias 2017 – O projeto Tampart e a Usina do Gasômetro de Porto Alegre

Um dos pontos altos da minha breve passagem em Porto Alegre foi conhecer o projeto Tampart e a Usina do Gasômetro. São 130 mil tampinhas de plástico oriundas de garrafas PET e outros produtos, que formaram uma incrível e linda obra de arte.

De acordo com o site sul21, segundo seu idealizador, o artista visual Ubiratan Fernandes, 57 anos, o objetivo da instalação é chamar a atenção para a degradação e o acúmulo de lixo nos oceanos. “O projeto nasceu por causa da minha preocupação com a degradação dos oceanos”, disse. Ele conta que o primeiro projeto que desenvolveu com essa temática foi em 2011, na praia de Punta del Este, Uruguai. “Lá tinha uma árvore que decorei com o lixo encontrado na praia”, diz, acrescentando que realizou esse trabalho no país vizinho por três anos consecutivos.

Estive lá e aproveitei, pena que perdi algumas fotos, mas segue outras:

Lindo né? Eu amei, e quero voltar para tirar novas fotos.

Todas as tampinhas foram furados e aparafusadas uma a uma. Foto: Reprodução: Guilherme Santos/Sul21

Sobre o Centro Cultural Usina do Gasômetro:

O Centro Cultural Usina do Gasômetro é um dos espaços culturais mais importantes e conhecidos de Porto Alegre. Funciona na antiga usina termelétrica do Gasômetro, inaugurada no dia 15 de novembro 1928, na chamada Praia do Arsenal, projetada para gerar energia à base de carvão mineral. Sua importância histórica é inegável, pois foi palco da industrialização no Brasil.

O complexo arquitetônico recebeu esta denominação devido à proximidade com a antiga Usina de Gás de Hidrogênio Carbonado que fornecia gás destinado à iluminação pública e abastecimento de fogões, construída em 1874, e que dava nome à região, que era conhecida como “a volta do Gasômetro”.

Em 1974 a Usina encerra suas operações como geradora de energia e é desativada. Em 1982 a Eletrobrás transfere para o município o uso do terreno. Neste mesmo ano, o governo estadual tomba a chaminé e, em 1983, o governo municipal tomba o prédio. Foi aberto à população como Centro Cultural no ano de 1991. Os 18 mil metros quadrados de área abrigam auditórios, salas multiuso, anfiteatros, espaços para exposições, cinema e teatro.

Leia também:

Férias 2017 – O surpreendente Cânion Itaimbezinho

Férias 2017 – O Fantástico “Mini Mundo” de Gramados

Tags , , , , , , , , , , , , , , ,

4 dicas econômicas para suas férias

As próximas férias no Brasil, serão em Junho/ Julho e já está na hora de procurarmos os destinos dos sonhos, pois boa programação somado com meses de antecedência é a chave pra economizar ainda, mais afinal quem aqui não gosta de um desconto?

Estou de férias, e tenho aproveitado opções econômicas, pois só assim minha viagem tornou-se possível e coube no orçamento. Vamos falar de algumas delas?

Para ir e vir: 

  • Uber – A maioria das grandes cidades do Brasil já conhece o serviço, e eu aqui no Blog já contei várias experiências boas e ruins que tive com o serviço. Porém um dos motivos que você por escolhê-lo em detrimento do táxi é o diferencial do motorista seguir determinadas regras de comportamento e direção defensiva por exemplo, e ainda da economia de até 60% se comparando ao táxi comum. Vale muito a pena.

Que tal ganhar R$ 10 GRÁTIS nas duas primeira viagens? Use o código z4njx19aue e garanta seu desconto.

Requisitos para avaliar sua viagem com o Uber

  • Blablacar – Digamos que ela seja um Uber para maiores distâncias, ou seja seria um substituto mais barato para uma viagem terrestre de uma cidade para outra É uma opção mais confortável, mais barata e mais rápida. É só se cadastrar e procurar a viagem que lhe satisfaz. 100% de segurança, E serviço nota 10!
  • Hostel – Mais conhecidos por serem usados por viajantes individuais ou mochileiros, os hostels ou albergues, são hotéis econômicos com quartos com camas beliches  a serem compartilhados com outros viajantes. Normalmente os Hostels oferecem conforto, café da manhã, uma linda decoração e ótimo atendimento.
  • Airbnb – Outra opção de hospedagem, para viajantes individuais, casais e famílias, pois existem opções de quartos com cama, lindas quitinetes e até casa ou apartamento inteiro. Vale a pena.

Falando nisso, cadastre-se através do link e ganhe R$ 100 de desconto na próxima vez que utilizar o serviço: https://www.airbnb.com.br/c/thiagos3591 . 

A partir daí, você ganha R$ 50, cada vez que alguém se cadastrar através de você.

E vocês conhecem ou já utilizaram estes serviços? Como foram suas experiências? Conte pra gente nos comentários ou nas nossas redes sociais. Estamos no Facebook e Instagram. Aproveite e siga nos também.

Leia também:

Dicas: Viagens Econômicas

Tags , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Guia 2017 – Caldas Novas e Rio Quente/GO

Embora o próprio nome já seja convidativo, hoje vou “convence-los em se programarem para vir até aqui.  Sim, #GoiáséMais e hoje vamos conhecer um dos destinos turísticos mais badalados do estado: Caldas Novas e Rio Quente.

Por que ir:

Além de se esbaldar nas águas quentes, é bom saber que opções é o que não faltam, e que:

  • Estará conhecendo a maior estância hidrotermal do mundo, com temperaturas variando entre 30 e 57 graus, graças à proximidade do curso dos lençóis freáticos com as camadas internas da terra, que aquece e pressuriza a água;
  • Relaxar numa “banheira de hidromassagem” ao ar livre com propriedades terapêuticas e medicinais é difícil de dispensar;
  • Pode aproveitar as delicias da culinária goiana. Para recarregar as energias, entre um passeio e outro pode incluir no cardápio o peixe na telha, o arroz com pequi e guariroba (gueroba) ou as famosas pamonhas;
  • Não faltam atividades recreativas e muita aventura e diversão dia e noite;
  • Inúmeros clubes, hotéis, resorts e casas de veraneio com piscinas e atividades que cabem em todo orçamento;
  • Poderá comprovar a exuberância da natureza do cerrado goiano.

Quem pode ir:

Está liberado para pessoas de todas as idades e classes sociais. Desde casais, famílias com filhos pequenos, jovens, e grupos da melhor idade. Além de amantes de esportes radicais e da natureza.

A única regra é gostar de água, pois são aproximadamente 6.228.000 litros por hora, ou quase 150 milhões de litros de água quente por dia.

Quando ir:

Caldas Novas e Rio Quente podem ser visitados o ano todo. Todavia, há de se observar que:

  • Em feriados e nas férias de janeiro e julho a procura é muito grande, e que existem dois grandes eventos: O “Caldas Fest Folia” – que acontece em abril; e o “Caldas Country”, em novembro. – Reserve com antecedência sua hospedagem.
  • No verão (de novembro a março) é bastante chuvoso. E segundo a meteorologia, janeiro é um dos meses do ano que mais chove no sul de Goiás.

Como chegar:

Avião: A Gol tem a opção de duas vezes por semana de São Paulo (Congonhas) para Caldas Novas. Os dias de operação são 5ª e domingo. Na 5ª o vôo parte de Congonhas às 9h28, chega em Caldas Novas às 10h50, decola de volta às 12h e chega em São Paulo às 13h17. No domingo, a saída de Congonhas é às 9h20, chegando em Caldas Novas às 10h40, partindo de volta às 11h10 e chegando em São Paulo às 12h30.

Ônibus: Saindo de Goiânia para Caldas Novas a viação Paraúna diariamente tem horários com parada  (06:00 – 08:30 – 12:00 – 14:00 – 15:00 – 16:30 – 18:00 – 20:00 hs)  e diretos (08:00 e 14:00) com valores entre R$ 45 e R$ 60.

 Onde ficar:

Depende do que você quer. Já que Caldas Novas é uma cidade, e Rio Quente é outra, e a distância entre elas, é de 30 km.

Fique em Caldas novas, se você pretende sair à noite e apenas passar o dia no Hot Park que fica na cidade de Rio Quente. As opções para a noite vão de balada, galerias, feirinhas e lojas de artesanato e muita opção de comida para todos os gostos.

Fique no complexo Rio Quente se você quer bater ponto no Hot Park e no Parque das Fontes e deixar Caldas Novas em segundo plano.

Independente da escolha, praticamente quase todos grandes hotéis têm piscinas de águas quentes. E muitos destes incluem na diária o acesso a algum parque aquático externo ao hotel.

Em relação a hotéis, em Caldas, os mais requintados e caros, são os hotéis do grupo Privé (Privé, Boulevard, Riviera Park), mas dão direito a freqüentar o Club Privé e os parques aquáticos Water Park e Clube Náutico. Os hotéis do grupo DiRoma (Thermas DiRoma, Império Romano, DiRoma Resort, DiRoma Exclusive) dão direito a freqüentar o Acqua Park. Hospedando-se em hotéis como o Blue Point Hotsprings, Golden Dolphin, Golden Dolphin Express, Ecologic Ville, Best Western Le Jardin, e/ ou várias outras opções mais baratas como hostels ou pousadas, você poderá aproveitar, as piscinas (quando houver) mas precisará pagar para ir aos parques aquáticos maiores.

Os hotéis do complexo Rio Quente Resorts dão acesso liberado tanto ao Hot Park quanto ao Parque das Fontes, onde estão as piscinas de águas termais históricas da região, revestidas de pedras. Dentro do complexo estão o sofisticado Cristal Resort, o confortável Hotel Turismo e o carismático Hotel Pousada.

Vizinho ao complexo há uma segunda opção polo de hotéis, no bairro Esplanada. Lá, há restaurantes, lojinhas e ônibus frequentes para a área central do Rio Quente Resorts.

Hospedando-se nos outros hotéis e flats da área, como o Águas da Serra, o Veredas do Rio Quente, o Serra Park ou o DiRoma Rio Quente, você aproveitará as piscinas do hotel mas precisará comprar ingresso para ir ao Hot Park (se quiser também curtir o Parque das Fontes, terá que comprar um Resort Pass, que dá direito também a almoço ou jantar).

Falando em Hot Park, num post futuro falaremos dele. Aguardem!

Leia também:

Aqueles dias em Salto de Corumbá/ Go

Destinos divertidos para suas Férias em família!

Edição: Blog dos Perné’s.

Fonte: Buenas Dicas – Caldas Novas ou Rio QuenteFérias Brasil – Dicas para CaldasViagem UOL – Caldas NovasBoa Viagem – Planejamento em Caldas.

 

Tags , , , , , , , , , , , ,

Destinos divertidos para suas Férias em família!

Janeiro – Férias para todos (ou quase). Férias, sinônimo de descanso e viagem. E falando nisso, uma viagem pode proporciona momentos divertidos e que jamais serão esquecidos!

Se você tem filhos e quer viajar me família, a nossa dica para ter uma boa experiência na viagem com os filhos, é que deve-se levar em consideração os locais com atrações como parques, piscinas e outras atividades que distraiam as crianças. E nosso Brasil está cheio de destinos e oportunidades. Vamos conferi-los? Vai que um deles caiba no seu orçamento.

Florianópolis, Santa Catarina

A cidade fica localizada a 114km do Parque Beto Carrero World, que é uma ótima opção de passeio para passar o dia. Além disso, é possível curtir o parque aquático Água Show Park, que oferece uma infraestrutura com opções de toboáguas divertidos.

Gramado e Canela, Rio Grande do Sul

A região mais fria do Brasil, com baixas e deliciosas temperaturas, oferecem uma série de atrações para a família. Por exemplo, o Parque Terra Mágica Florybal, que possui trilhas, caminhadas e caminhos que levam a esculturas de dinossauros e muitas outras, além do Snowland, onde adultos e crianças podem experimentar o contato com a neve, praticando esqui, patinação ou snowboard.

Foz do Iguaçu, Paraná

Possui diversas atrações para a família, como as Cataratas do Iguaçu (lado brasileiro e argentino), o Parque Nacional Iguaçu e o Parque das Aves, além de atividades especiais para as crianças como Vale dos Dinossauros, Museu de Cera e o Parque Acquamania Foz, com toboáguas de diversos tipos que agradam toda a família. Além disso, a visita a Usina do Itaipu completa a diversão.

Fortaleza, Ceará

Possui praias incríveis, além do Beach Park, complexo turístico de piscinas no litoral de Fortaleza, a 15 km da capital. São diversas atrações, entre escorregadores e toboáguas, sendo que um possui 25 metros de altura, equivalente a um prédio de oito andares, com um funil com 18,5 metros de abertura que termina com um tubo de 240 metros de comprimento. Esse agrada, e muito, os mais radicais!

Caldas Novas, Goiás

A maior diversão em Caldas Novas é aguentar o máximo possível na piscina. Por isso mesmo a melhor alternativa é trocar um dia de parque aquático. Porém mesmo que o seu hotel tenha boas piscinas, vale ir a pena ir passar um dia num clube como o Sesc, o DiRima, o CTC, ou o Hot Park, que além de atrações como toboáguas com mais de 30 metros de altura, lazy river e half pipe, tem belezas naturais,  como a lagoa onde estão carpas e pirarucus.

Fora os clubes e hotéis, a diversão em Caldas Novas pode ser fazer compras na Feira do Luar, curtir uma música sertaneja com chapa de picanha nos bares da Praça Mestre Orlando ou caminhar nas trilhas do Parque Estadual Serra de Caldas, pra explorar cachoeiras e conhecer a fauna e flora do cerrado.

Leia também:

As cachoeiras de Salto de Corumbá em Goiás!
A praia acessível de Fortaleza
O maior cajueiro do mundo fica no Brasil!

Viajar e Economizar 

Fonte Principal: Sing Comunicação de Resultados
Edição: Blog dos Pernés
Tags , , , , , , , , , ,

Aqueles dias em Salto de Corumbá/ Go

Bem, já dizia uma famosa música: “Goiás é mais”, é isso todos já sabem. E quem me conhece Sabe que sou daqueles que acreditam que sempre temos que relaxar e fugir da vida estressante sempre que possível.

De pernas para o Ar!

Pensando nisso, fui para Salto Corumbá/ Corumbá de Goiás. Trata-se de parque que já tinha ido até então apenas uma vez e sempre estava querendo voltar, mas nunca tinha a combinação grana x disponibilidade e cia.

Olha o site do site: www.saltocorumba.com.br

Mas foi um belo dia em julho de 2016 (sim demorei publicar, sorte!) resolvi me mandar e ir se divertir, fui para a Rodoviária de Goiânia em busca de sossego em Salto Corumbá.

Saiba mais:

Horários de ônibus, de acordo com o site da AGR (Agência Goiana de Regulamentação):

Entao, não deu para entender muito bem, apenas pesquisando pelo site da AGR, mas pesquisa aqui e ali, descobri que a passagem Goiânia x Corumbá – custaria R$ 26, e iria sair e saiu pontualmente às 12:00, via Viação São José do Tocantins, e chegando na Rodoviária de Corumbá de Goiás as 14:50.

Porém o Salto de Corumbá fica mais à frente, do centro da cidade, sendo então necessário pagar mais R$ 5,00 ao motorista para te deixarem na porta. Ok, viagem custou R$ 31. Pronto, cheguei lá às 15:00.

Dica: Partindo de Goiânia, vá para Anápolis. O valor total das passagens até a entrada de Salto ficam em torno de R$ 25.

Pronto, cheguei às 15:00 na portaria e fui muito bem recebido pela equipe de plantão, os simpáticos Kleber e Emily.

Paguei uma diária no valor de R$ 180 e recebi um mapa do parque e o recibo de pagamento em duas vias seguindo para a pousada, sendo o meu chalé o de número 6, que é bem próximo da recepção.

Vejam as fotos:

Chalé 6! E suas proximidades: Em frente, do lado, na esquerda e direita: tudo lindo!Quase chegando lá, a Sra Sebastiana, já estava me esperando para me dá boas vindas, e pegar um das vias do recibo que me deram na recepção.

Entrando no quarto, já de cara ercebi que era extremamente limpo. E alem de ter uma cama impecável, tinha TV, frigobar e rede, e também mesa com cadeiras.

Blog dos Pernés_ Salto de Corumbá

A cama e enxoval nota 10!

Na parte do banheiro toalhas limpas, shampoo e condicionador e sabonete.

Blog dos Pernés_Salto Corumbá_Goiás

A direita, o banheiro.

Então, o quarto é lindo!

Mas o quintal que é o espetacular do lugar. E esperando aproveitar o restinho da tarde eu me troquei e super empolgado fui em direção a Cachoeira “Salto”.

Olha que lindo, lá na frente!

DICA: Vá pelo caminho menos óbvio, dando “a volta” atravessando a ponte a direita em direção aos toboáguas. Este caminho não tem grandes subidas e é bem mais fácil chegar até lá.

Blog dos Pernés_Salto de Corumbá_Goiás

Tão comum no nosso Brasil: um pé de de Amacardium! Ops, quer dizer: Pé de caju! Delicia!

Blog dos Pernés_Salto de Corumbá

Já na metade do caminho, exausto! Vamos dar uma pausa?

Enfim chegamos!

Eu e ela: Cachoeira do Salto! S2

Só alegria!

Fim de tarde!

Voltando para o chalé, hora de um bom banho e de relaxar, mas bateu a fome, pensei em buscar um lanche super gostoso, já que a outra opção seria ligar para o restaurante, e como eu não escuto está estaria descartada.

Mas aí me lembrei que também poderia ser por WhatsApp. Dito e feito, fiz a minha escolha e em menos de 15 minutos já estavam na porta para me entregar. Tudo perfeito e ainda uma delicia!

No segundo dia, fui conhecer as outras partes que ainda não tinha visto, tipo algumas cachoeirinhas menores.

Menor, mas também muito linda e relaxante! Paz e contato com a natureza, quem não quer?

Ah é também fui para a gruta. Esta na qual eu também amei:

img_5446

img_5398

Pensem numa água fria e necessária para toda a tristeza e stress sair fora? Junto com a tristeza, sai o desânimo e a preguiça também! Super indico!

Fazendo a trilha de volta, pude observar as cores e belezas do cerrado goiano que muito me surpreendeu. Obras de Jeová, um Criador inteligente e maravilhoso.

img_5433

Almoço, cochilo e lanche e mais um dia se foi.

Na manhã seguinte aproveitei minhas últimas horas para andar a cavalo:

É, e sim! Por apenas R$ 20, o senhor que não lembro o nome pode me acompanhar num passeio a cavalo até uma das cachoeiras, e foi muito legal! Havia tempo que não andava e até fiquei com um pouco de medo de cair, mas valeu a pena.

Paz e tranquilidade! Salto Corumbá uma ótima opção para lazer, pratica de esportes, relaxar e ser feliz! Eu já quero voltar, só estou esperando uma super promoção! — kkkkk!

Esta post não não um publipost e todas as opiniões sao pessoais e condiz com a minha experiência. As imagens foram feitas por este blogueiro, no qual reserva-se no direito de exigir  créditos caso sejam reproduzidas. 

Tags , , , , , , , , , , , , ,

O melhor combo: “Jalapeño Bacon Burguer” e as “Fritas Trufadas” – The Fifties Recife

Apesar do problemão com o mau cheiro que relatei aqui no blog esses dias, tive bons momentos nas minhas férias em Recife. Principalmente em relação à minha experiência paliativa.

Arrisco dizer que comi o melhor “combo” Hamburguer e batatas da minha vida.

Estava inconsolável a cerca de dois anos, em matéria de “sanduba” quando o Restaurante Madero tirou o “Burguer de Linguiçinha de Pernil” do cardápio.

Pois bem, fim do luto! Tenho um novo queridinho. E puxa vida, o conheci em Recife. E a filial da The Fifities no Shopping Rio Mar Recife, com o atendimento impecável da colaboradora Angélica e do gerente Eronaldo me deixaram com gostinho de quero mais.

O novos amores da minha vida são o “Jalapeño Bacon Burguer” e as “Fritas Trufadas”. Pena que é um namoro à distância, pois o The Fifties não está presente aqui em Goiânia/ GO. E de acordo com o site, apenas nos estados do RJ, SP, PE, BA e DF.

Vamos as fotos:

Image-2

Image-3

Nada melhor que isso, já estou querendo saber quando é que virão para Goiânia, The Fifties?

 

Leia também:

O maior Cajueiro do Mundo – RN

Hotel Iracema Travel – Fortaleza- CE

Como fazer Viagens Econômicas

Tags , , , , , , , , , , ,