Diário do Perné: Os surdos e a violência psicológica

22 de dezembro de 2021 Por Thiago Perné 0

Se comunicar é fundamental, seja em casa, no trabalho ou na escola. E todo mundo em algum momento precisa de algum tipo de comunicação para viver. Não concordam?

E hoje quero contar que negar qualquer tipo de comunicação é uma forma de violência, e quero registrar que os surdos diariamente são violentadoss quando lhes é negado a comunicação. Vale lembrar que violência não só marcada pela imposição física de uma vontade alheia, mas também por uma violência psíquica. Sim, já falei em postagens anteriores né?


Reprodução/Guto Muniz
Direitos de autor: © Guto Muniz 2009

Então, negar um interprete de Libras aos surdos, também é um tipo de violência.
E não é de hoje que devemos dizer não ao isolamento, a rejeição e a proibição de se comunicar.

Violência é crime, é antiquado e está ultrapassada. Que tenhamos forças, pois eu mesmo, estou e continuo em frangalhos, pois um simples pedido de ajuda pra me comunicar melhor é negado no meu trabalho. Não reconhecem que preciso ser tratado igual, e só assim poderei fazer parte da empresa, me sentir útil e e de fato importante, e não somente um número na lei de cotas.

Desejo um mundo mais amoroso e justo para todos os surdos, afinal não devemos ceder a violência, e nem aos nossos direitos. Viva as diferenças, mas não esqueçamos que todos são humanos. Viva a acessibilidade, mas não esqueçamos de cobra-la quando vemos injustiças.