Maternidade Magnus para cães-guias



O Instituto Magnus, inaugurou recentemente uma maternidade muito especial. Ela tem como objetivo acompanhar, desde o nascimento, os cães que futuramente serão os olhos daqueles que mais precisam: pessoas com deficiência visual.

Localizada em Salto de Pirapora- SP, sede da Magnus, a maternidade foi projetada como uma casa completa, e conta com quarto, sala, cozinha, banheiro, lavanderia, televisão e três baias, para receber três mães no mesmo período, além dos cuidadores, presentes 24 horas por dia.

Atualmente a labradora Alana, de três anos, esteve hospedada na maternidade com seus nove filhotes que em breve, se mudarão para a casa de uma família socializadora voluntária para começarem a preparação para se tornar um cão-guia. Dentro de alguns dias uma nova matriz, a Tieta, dará à luz mais filhotes com o mesmo intuito.

Instituto procura famílias socializadoras

A família socializadora tem um papel essencial no primeiro ano de vida dos filhotes, pois tem o compromisso de expor os cães a uma rotina diária que conta com tarefas como: andar em transporte coletivo, passear em espaços públicos, conviver com outros animais e pessoas, entre outras atividades. Todos os custos, desde alimentação, medicamentos, acompanhamento veterinário e treinamento são de responsabilidade do Instituto Magnus. 

“Encontrar essas famílias tem sido nosso maior desafio. A maioria das pessoas acaba não encontrando tempo para dar essa atenção ao cachorro, o que é fundamental para o desenvolvimento do animal. Outras, têm receio de se apegar e após o período de socialização terem que se despedir do cão. Entretanto, é preciso lembrar que todo esse processo tem como objetivo uma causa muito maior, que é a de ajudar essas pessoas com deficiência visual, a retomarem sua rotina, voltarem para sua vida social e ganharem a mobilidade e a confiança que a falta de visão restringiu”, declara Thiago Pereira, gerente geral do Instituto Magnus.

Além de ensinar ao filhote muito do que ele precisa saber para sua futura profissão, a família colabora com uma mudança social ensinando a todos que cruzam seu caminho sobre direitos e deveres de uma pessoa com deficiência visual e cão-guia. O processo todo dura cerca de 18 meses, até que o animal possa ser entregue à pessoa com deficiência visual, que participa da última etapa de treinamento para se adaptar ao novo companheiro. Nesta etapa, os usuários ficam hospedados de 15 a 20 dias na instituição, em um hotel construído exclusivamente para isso.

“Atualmente o Brasil possui menos de 200 cães-guia em atividade, diante de mais de 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual. Desde que começamos o programa de treinamento já entregamos 11 cães e esperamos, até o final desse ano, entregar mais sete animais habilitados. Nossa missão é fazer com que a vida dessas pessoas seja mais tranquila, confiante, e que elas tenham sempre por perto esse amigo inseparável”, conclui Thiago Pereira.

Participe

Para aqueles que desejam conhecer o Instituto, é possível realizar uma visita monitorada, que deve ser agendada com antecedência pelo e-mail: contato@institutomagnus.org ou por meio do telefone: (15) 3042-1110 ou 99755-7201.

As visitas são realizadas às terças e quintas-feiras, em dois períodos: das 10h às 11h30 ou das 16h às 17h30, além de um sábado por mês das 10hs às 11h30. E quem tiver interesse em fazer parte do programa pode tirar todas as dúvidas e se inscrever pelo site do Instituto: www.institutomagnus.org.

Endereço: Estrada vicinal Antônio Militão, 122 – Parque Pirapora, Salto de Pirapora (SP). – Pela Rodovia João Leme dos Santos, km 116, sentido Sorocaba a Salto de Pirapora. 900 metros de estrada de terra à direita após a passarela de pedestres.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *