Arquivos da categoria: Alegria

Positividade Tóxica e a saúde mental

Qualquer tentativa de escapar do negativo — evitá-lo, sufocá-lo ou silenciá-lo — falha. Evitar o sofrimento é uma forma de sofrimento”, escreveu o escritor americano Mark Manson em seu livro A Arte Sutil de Ligar o Foda-se. É precisamente nisso que consiste a positividade tóxica ou positivismo extremo. Já ouviu falar dela?

Pois é, ao impor a nós mesmos — ou aos outros — uma atitude falsamente positiva, generalizar um estado feliz e otimista seja qual for a situação, silenciar nossas emoções “negativas” ou as dos outros. Já ouvi muito: “Seja positivo!”, “Anime-se!” ou “Olhe pelo lado bom!” “Supere isso” ou “Vá em frente”.

E de acordo com publicação no site da Forbes: “Isso nos isola de nós mesmos, de nossas verdadeiras emoções. Nós nos escondemos atrás da positividade para manter outras pessoas longe de uma imagem que nos mostra imperfeitos.” E registraram:

Bloquear ou ignorar emoções “negativas” pode ter consequências para a saúde. “Todas as emoções que reprimimos são somatizadas, expressas através do corpo, muitas vezes na forma de doença. Quando negamos uma emoção, ela encontrará uma forma alternativa de se expressar”, diz Rodellar.

“Suprimir as emoções afeta sua saúde. Se você esconder suas dificuldades mentais por trás de uma fachada de positividade, elas se refletirão de maneiras alternativas em seu corpo, de problemas de pele à síndrome do intestino irritável”, explica Sally Baker.

“Quando ignoramos nossas emoções negativas, nosso corpo aumenta o volume para chamar nossa atenção para esse problema. Suprimir as emoções nos esgota mental e fisicamente. Não é saudável e não é sustentável a longo prazo”.

Como aplicar isso na prática? Em vez de dizer “não pense nisso, seja positivo”, diga “me diz o que você está sentindo, eu te escuto”. Em vez de falar “poderia ser pior”, diga “sinto muito que está passando por isso”. Em de vez “não se preocupe, seja feliz”, diga “estou aqui para você”. “Temos que assumir a responsabilidade por nossa própria felicidade a partir da psicologia construtiva”.

“Tudo bem olhar para o copo meio cheio, mas aceitando que pode haver situações em que o copo está meio vazio e, a partir daí, assumir a responsabilidade de como construímos nossas vidas”. Para Baker, o que devemos lembrar é que “todas as nossas emoções são autênticas e reais, e todas elas são válidas”.

*Esta reportagem não é um artigo médico. Se tiver sintomas de depressão, perguntas ou precisar de orientação, consulte seu médico ou um psicólogo.

Leia mais: https://www.bbc.com/portuguese/geral-55278174

Tags ,

Felicidade é onde o meu cachorro está!

Não há como negar que os cachorros nos cativam e se tornam um dos nossos melhores amigos. Essa aliança começou há milhares de anos e, hoje, compartilhamos histórias com os pets que complementam cada aspecto de nossas vidas. Eles lutam ao nosso lado, nos protegem, fazem companhia e, em tempos de home office, até mesmo trabalham com a gente.

Os animais domésticos são constantemente paparicados pelos seus donos. Segundo a Euromonitor International, o Brasil chegou ao ranking do segundo maior mercado de produtos pet, com 6,4% de participação global, pela primeira vez acima do Reino Unido (6,1%), perdendo somente para os Estados Unidos, que têm 50% do mercado.

Os dogs são sinônimo de amizade, lealdade e companheirismo. Durante a pandemia da covid-19, os sentimentos de solidão e isolamento ficaram mais aflorados e, por isso, o número de adoção de pets cresceu. A União Internacional Protetora dos Animais (UIPA) registrou aumento de 400% na procura por cães e gatos neste período. 

Reprodução

E na hotelaria o cenário não foi diferente. As buscas no Google por hotéis com serviços pet friendly cresceram 300% para viagens de março a setembro de 2020. Em pesquisa realizada pela Hoteis.com, foi revelado que 82% dos brasileiros participantes do estudo pretendem viajar com seus animais. O levantamento ainda apresentou que 67% dos entrevistados já levaram seu companheiro de estimação em uma viagem. Em geral, as praias (57%) foram as vencedoras para o turismo pet, seguidas pelas cidades pequenas (53%) e destinos urbanos (52%). 

Hoje, existe uma vasta opção de serviços pet friendly ou dog friendly (estabelecimentos que aceitam apenas cachorros). Cresceram as estratégias de hotéis, restaurantes e espaços para atrair esse perfil de consumidor. 

E para você se dar bem em uma hospedagem com seu amigo de pelos, uma dica  é pesquisar hotéis com selo da Universidade Pet Friendly, criado para ensinar e estruturar os locais para receber da melhor maneira os animais. Outra forma de se sentir confiante na viagem é consultar posts em blogs especializados, matérias em veículos de comunicação confiáveis e publicações de influencers pet nas redes sociais. Certamente, eles trazem as melhores opções! 

Aconselho também que, antes de viajar, você observe a estrutura do hotel, quais as suas regras, se aceitam todos os tipos de raças e tamanhos, o que oferece como kits, quais os espaços dedicados aos pets, se há espaço para ele brincar e, principalmente, se é um ambiente seguro. Analise as restrições da região onde irá se hospedar, ou seja, veja se o estabelecimento fica em um local com atrações para o pet; caso fique em uma área litorânea, verifique se na praia é permitido caminhar com animais; e planeje passeios com experiências únicas direcionadas, como trilhas, cachoeiras e tours de barcos, entre outros.

Mas muita atenção! Veterinários aconselham que antes de levar o seu pet para viajar, repare se a sua carteirinha de vacinação está em dia e se ele está em perfeitas condições de saúde, procure uma clínica veterinária e faça um check-up. 

Por fim, não importa onde vivemos, esses nossos companheiros aperfeiçoaram a arte da amizade sem nem precisar dizer uma única palavra. 

*Pedro Döhnert, gerente geral do Doral Guarujá

Release:

Vitoria Ruano | Business Factory
vruano@businessfactory.com.br
(11) 97613-2854

Tags , , , ,

#ImaginariumLovers


(inglês fan)
substantivo de dois gêneros

1. [Informal]  Indivíduo que admira entusiasticamente uma figura pública, geralmente do mundo do .espetáculo. = ADMIRADOR

2. [Informal]  Pessoa que nutre grande admiração por alguém ou alguma coisa.

Que eu amo quando a criatividade é aliada com a qualidade e inovação, vocês já sabem, pois estou sempre compartilhando experiências com vocês, principalmente quando faz parte do mundo inclusivo. Para mim, é impossível não falar de criatividade, e não lembrar da Imaginarium, que é uma loja que todos amam, e traz sempre para nós produtos para presentear a quem amamos e a nós mesmos.

E falando em presentear a si mesmo, venho trazer a linda história do Rodrigo Pimenta, um super fã da marca. Vamos conhecê-lo?

Sou Rodrigo, um mineiro nato.
Porém não tive uma infância como são retratadas em livros sobre os meninos do interior.

Apesar de ser fruto de uma família abastada, mas também trabalhadora, nunca fui de frequentar as ruas para brincar de peão, bola de gude, pega pega ou brincadeiras nesse sentido, fui criado de forma rústica em uma fazenda, onde o meu contato era limitado aos animais. Logo que entrei pra escola, saia de casa cedo para a cidade próxima e retornava a fazenda ao final das aulas. Minha infância sempre foi em casa sobre livros e cadernos, como meu avô paterno vivia comigo, ele preenchia os vazios sufocantes que sentia e a brincadeira se resumia a correr atrás das galinhas, fugir do gado, andar a cavalo e contar estrelas nas noites de céu estrelado deitado na grama.

Conhecendo a imaginarium

Quando entrei na pré-adolescência, os estudos começavam a exigir mais de mim. De modo que eu ficava intrigado como as demais crianças tinham tanto tempo para brincar, mas eu era aprisionado a minha própria casa.
Afinal mamãe sempre dizia que eu tinha que brincar dentro de casa, e às vezes no máximo no quintal atrás da casa, mas jamais na rua ou com aquelas crianças que muitas vezes, sabia só o nome por conta da escola.

Meu primeiro encanto de Rodrigo com a marca Imaginarium, se deu mais ou menos nessa época, e ele continua:

Eu ainda me lembro que estávamos próximos ao Dia das Crianças.
Meus pais tinham planejado levar minha irmã e eu para um passeio no shopping de Uberlândia para que escolhêssemos nosso presente naquele ano. O que era uma coisa rara, pois meu pai apesar de nos amar, sempre foi muito bruto, rústico e sistemático.

Minha irmã logo encontrou uma linda boneca em uma loja de brinquedos e se derreteu de amores. Só que no meu caso, nada naquela loja me agradava, de modo que continuamos com o passeio pelo shopping e logo me deparei com uma loja toda preta com produtos fascinantes chamada Iimaginarium, a qual foi amor a primeira vista. É, realmente estamos falando de amor! Não imaginava um dia eu amar assim, aquele momento parecia que estava vivendo um sonho e eu queria viver nele eternamente sem jamais acordar, pois não conseguiria encarar a realidade da vida sem trazer aquele universo fantástico pro meu mundo, pro meu dia a dia.

Eram tantos produtos legais e divertidos que eu nunca havia imaginado que poderiam existir. E foi quando vi uma luminária azul que havia um líquido e soltava umas bolhas. Era linda!
Depois de algum tempo descobri que se chamava luminária Lava. Era aquele o presente que eu queria, nunca havia visto algo tão fascinante.
Mas, minha alegria durou pouco, pois por mais encantado que eu estivesse com a luminária, meu pai se recusou me dar e me deu um outro presente, um brinquedo qualquer num intuito de repressão.
Recordo-me que era a moda dos skates de dedos, tamagoshi, os vídeos games para computador. A turma já não ia tanto para a rua e as brincadeiras se fixavam na casa de alguém que tinha um pc de ultima geração para jogar ou fazer uma disputa esperta pela manobra mais eletrizante com os dedos sobre o skate. Todo esse cenário, para mim não tinha nenhum valor, como aquela luminária que nunca saiu da minha cabeça. E todas as vezes que eu passava na porta da Imaginarium, meus olhos se enchiam de esperança, os produtos me encantavam e a “bendita” luminária ainda chamava minha atenção. Que vontade ter todas aquelas lindezas!

Só que tudo nesse universo Imaginarium sempre foi além do que eu podia pagar e além de meus pais não me darem, meu pai me agredia muito a cada vez que eu desejava um produto da loja. Um dia, eu sozinho na vitrine da loja, olhei novamente em direção aquela luminária lava azul, e naquele momento prometi a mim mesmo que eu iria crescer e que um dia eu não passaria mais vontade e teria tudo que eu nunca pude ter daquela loja.

O começo de um Sonho

O tempo foi passando, e Rodrigo ganhava dos avós nos aniversários e natais algum dinheiro, e ele decidiu guardar até que fosse suficiente para comprar algo da Imaginarium.

E eu entrei naquela loja que parecia um parque de diversões na minha cabeça, mas, por mais que eu houvesse juntado todo o dinheiro possível, ainda não era muito e os produtos da loja ainda bem caros para o valor que eu tinha guardado até então.

Mas foi suficiente para comprar meu primeiro produto: um cofre de madeira vermelho chamado, “Em caso de emergência quebre o vidro”. Era um cofre muito bonito tipo uma caixinha, com um vidro transparente na frente. Levei essa belezura pra casa e decidi que nele colocaria apenas moedas de R$1,00. E foi graças a esse cofre que eu hoje tenho o orgulho de dizer que eu construí no meu quarto, o meu império Imaginarium e superei essa dor da infância. Esse cofre impulsionou os maiores sonhos.

A partir desse dia, eu quis fazer parte de tudo que a Imaginarium lançava, de modo que a Imaginarium se tornou parte da minha vida. E hoje eu tenho no meu quarto, meu próprio império pra me fazer bem, pra me entreter, pra me tirar um pouco dessa realidade cruel. E posso afirmar que o sentido da minha vida é manter esse império que aos olhos de muitos são produtos fúteis, mas aos meus olhos, cada produto é um pequeno tesouro que compõe meu império, o qual meu maior medo é um dia não conseguir manter, afinal de contas, tê-lo exige um padrão de vida elevado e além disso, poucas pessoas me incentivam ou acreditam nesse meu legado. Acaba sendo muito difícil ser compreendido, mas cada lançamento é uma esperança que nasce, uma sementinha que brota em mim como um estimulo pra eu seguir em frente!

Falar de Imaginarium pra mim, não é falar de uma loja, de um comércio como os outros, é falar de uma verdadeira fábrica de sonhos que trouxe e traz sentido pra minha realidade, onde porta retratos ganharam cores, almofadas ganharam formas, canecas ganharam diversão, cofres ganharam inúmeras funções, mochilas e bolsas ganharam originalidade e passaram alem de ditar moda, imprimir personalidade, luminárias mexem com o lúdico, cada produto tem além da sua funcionalidade outro lado, um lado fun! Que poucas pessoas se dispõem a conhecer. E que sou apaixonado.

Além da imensa variedade de produtos que tenho, verdadeiras relíquias, guardo com carinho inúmeros catálogos, tags, adesivos, sacolas, que tento colecionar, o que é muito difícil devido ao fato de não haver franquia Imaginarium na minha cidade, e eu acabo na maioria das vezes ficando sem consegui-los, pois sou cliente da loja virtual, e ela não oferece os catálogos físicos, que eu passo o ano todo imaginando como serão os próximos!

Parafraseando Picasso: “Tudo que se pode imaginar é real” e foi isso que a Imaginarium fez, transformou minha vida, deu sentido, esperança e muitas alegrias!

Veja também: Conheça a coleção Friends para a Imaginarium.

Tags , , ,

V de VIAGEM

No meio de tantas frustrações e peças que a vida nos prega é essencial que tenhamos tempo para nós mesmos: um dia, uma hora, 15 minutos. Não importe o tempo que dure, mas sim que usemos este tempo para refletirmos o quão somos afortunados apesar do estresse do dia a dia.

Que tal usar este tempo e meditar também no que deu errado e o que pode fazer de diferente? O aprendizado vem com os erros, e dizem que a partir de erros passados, podemos fazer melhores escolhas e saber o que é prioridade. E se “Antoine de Saint Exupéry” estiver certo e se o essencial for realmente invisível aos que tal investir no melhor uso do tempo e no que realmente te faz feliz?

Bem, minhas férias chegaram e estou de malas prontas rumo ao litoral de Santa Catarina. E eu espero que além de muita paz e sossego eu possa descobrir novos rumos, novos caminhos e até trazer novos temas para vocês aqui no site.

Minha mala está pronta, vamos rumo a diversão, a paz de espírito e ao crescimento emocional?

A vida é dura, mas neste tempo que estiver por lá, quero concentrar no que é belo, e agora sei que isso vai muito além de paisagens naturais, o que é e pode ser belo, está dentro de mim.

Eu estarei de bem com vida e o tempo vai ser cura. E poderei fazer bom uso dele, mas tb sempre que puder estarei no Instagram, com dicas para vocês. Venha comigo nessa aventura e prepare seu coração, que vai ser demais!

Leia também:

Preparar, apontar: Desacelerar – por Dariane Vale

 

Tags , , , , , , , , , , , , , ,

Quando os surdos ouvirão – uma esperança segura

Ser surdo pode ser desafiador, e já contei aqui,  aqui e aqui sobre alguns dos desafios que carregamos por não compreendermos os sons ou por não sermos compreendidos. Uma coisa é certa, pode ser ainda mais difícil se não entendemos o motivo de nossas limitações auditivas. Talvez culpamos a Deus, ou pensamos que estamos sendo castigados por pecados de nossos pais ou antepassados. Tudo isso não passa de mentiras que um anjo muito mal, conhecido na Bíblia como Satanás, quer que acreditamos.

A verdade é que nascemos imperfeitos e tudo que passamos é em decorrência do pecado de Adão e Eva, logo no inicio da história humana –  Romanos 5:12.

Mas não é o fim, ainda temos esperanças. Já pensou em poder ouvir novamente? Isaías 35:5 diz: Naquele tempo se (…) destaparão os ouvidos dos surdos.  Esteja certo que esta esperança é segura e há de acontecer em breve.

Aqui na minha família, temos vários surdos, inclusive eu e minha mãe que acreditamos firmemente nessa promessa. Tanto é que pedimos para o artista e amigo Winston Marcos*, nos retratar num futuro próximo quando seremos perfeitos, poderemos ouvir, e até cantar, vamos ver o resultado?

*Sobre o Artista:

Winston Marcos é artista gráfico, tem 20 anos e mora em Sooretama/ES. Por meio do Photoshop, ele dá vida a suas imaginações e sentimentos. Ele acredita que um trabalho perfeito se faz bastante cuidado e meticulosa atenção. Winston também é Testemunha de Jeová, e assim como nós aqui, tem esperança de viver para sempre na terra. – Apocalipse 21:4.

Contato: (27) 99790-0566

Tags , , , , , , ,

Das Séries que Amamos: “Anne com E”

No fim do século 19 viveu uma menina linda, doce, inteligente, leve, faladeira e otimista chamada Anne.

Anne começa a série na expectativa ser amada e feliz. – Imagem: Netflix/Divulgação

Anne é personagem da nova série da Netflix: “Anne with an E” da obra “Anne of Green Gables”, no qual contamos nossa impressão agora, e já avisamos para que não esqueça, que ao ler Anne, você deve pronunciar ” E”, no final. Recado dado, vamos nos apaixonar?

Tudo começa quando a orfã Anne Shirley, chega a Ilha de Príncipe Eduardo, no Canadá, onde viverá com sua nova família adotiva.

Mas não pense que é uma família comum de marido e mulher. Na verdade trata-se de um casal de irmãos Matthew e Marilla, que estão já idosos e que nunca tiveram filhos. E com a idade, resolvem adotar um menino para ajuda-los nas tarefas da propriedade rural onde vivem.

Imaginem a surpresa e a decepção ao descobrirem que na verdade não veio um menino e sim a doce e sorridente menina Anne (com E), que mal pode acreditar que terá uma família, um lar eque  se belisca o tempo todo para ter certeza que é a realidade. Mas na estação, Matthew encontra a menina e não tem coragem de desfazer o mal-entendido.

A família unida – Imagem: Netflix/Divulgação

Chegando na casa, Marilla é resistente à presença de Anne. Mas, com o passar dos dias, ela se encanta com a menina, que faz de tudo para ser aceita como membro da família.

A inteligência e a grande imaginação de Anne são os pontos altos da série, e vão além da relação de afeto entre ela e os novos “pais”. Ainda assim nem tudo são flores, até porque Anne detesta seu cabelo ruivo, suas sardas e sofre bullying de todos, inclusive na escola, e pelo próprio padre da cidade por ser órfã, pobre ou os cabelos vermelhos demais.

Aos poucos, a menina ganha a confiança do povo da cidade, e consegue evitar que um incêndio tome proporções assustadoras, salva uma criança doente e ajuda a impedir a falência da propriedade da família. Mostrando que o otimismo sempre é necessário para lidar com as dificuldades da vida. Anne é Show, e é um exemplo de como devemos levar a vida: Com alegria, esperanças e muito amor e imaginação: Viva Anne!

Anne, 2017 – Canadá

Elenco: Amybeth McNulty, Geraldine James, R.H. Tomson, Dalila Bela, Corrine Koslo, Aymeric Jett Montaz, Helen Johns, Lucas Jade Zumann, Christian Martyn & Kyla Matthews

Direção: Niki Caro, David Evans, Paul Fox, Sandra Goldbacher, Patricia Rozema, Helen Shaver & Amanda Tapping

Roteiro: Moira Walley-Beckett

Fotografia: Bobby Shore

Agradecimentos: Ao meu amigo Wemerson Cláudio que me indicou a série, obrigado!

Veja também: 

Das séries que amamos (?) – 13 Reasons Why

 

Tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Maio

Maio,

Pode ter sido para muitos o mês das mães e das noivas.

Pode ter sido também um mês amarelo para a conscientização de boas práticas no trânsito ou um mês que a cada dia tivesse um pensamento positivo uma forma de continuar a luta diária, independente de tudo. Maio é tão especial que até Kid Abelha já cantou. Por isso com vocês:

Maio, de George Israel e Paula Toller.

Maio já está no final
O que somos nós, afinal
Se já não nos vemos mais
Estamos longe demais
Longe demais

Maio já está no final
É hora de se mover
Pra viver mil vezes mais
Esqueça os meses
Esqueça os seus finais
Esqueça os finais

Eu preciso de alguém
Sem o qual eu passe mal
Sem o qual eu não seja ninguém
Eu preciso de alguém

Maio já está no final
O que somos nós, afinal
Se já não nos vemos mais
Estamos longe demais
Longe demais

Maio já está no final
É hora de se mover
Pra viver mil vezes mais
Esqueça os meses
Esqueça os seus finais
Esqueça os finais

Eu preciso de alguém
Sem o qual eu passe mal
Sem o qual eu não seja ninguém
Eu preciso de alguém

Para o Blog dos Pernés, foi um mês especial, cheio de posts incríveis, dicas surpreendentes e talvez nem tanto, mas que você pode ter gostado, pode ler e reler quantas vezes desejar, só basta clicar aqui. Também foram dias que o Facebook nos lembrou de momentos incríveis que passei durante maio nos dois últimos anos. Teve até viagens: México, Nordeste e etc.

Em Maio de 2015, subi na pirâmide do sol, em Teotihuacan no México, e apreciei a pirâmide do Sol. Imagem: Blog dos Pernés/ Thiago Perné Santos

Mas para você, como foi seu Maio? Que o seu junho sirva para nos mover, para fazer mais, para aprender dos erros, para amar e para querer o bem. Fazer novas amizades, para recomeçar!

Tags , , , , , , , ,

Por que ser feliz apenas no carnaval? – por Elaine Ribeiro

Máscaras serão usadas. Bandeiras serão levantadas e balançadas. Serpentinas e confetes serão jogados ao ar. O som de pandeiros, tamborins, surdos e baterias vibrarão. Neste feriado de Carnaval, cada um decide como quer passar, mas é importante nunca esquecermos, nossos princípios, valores e nossas crenças nesses dias.

E também não menos importante nunca podemos esquecermos de quem realmente somos. E nossos amigos? Serão terão o poder de nos influenciar? Lembrem-se que máscaras podem ser usadas, mas uma hora podem cair, por isso cuidado, Seja feliz e esteja alerta, o ano todo. E ele só está começando. 

Falando um pouco mais sobre a data, reproduzo na íntegra o artigo de Elaine Ribeiro sobre a data, pois achei bastante interessante. E espero que gostem:

Continuar lendo

Tags , , , , , , ,

Crianças com Síndrome de Down encantam a moda goiana

Um mundo justo e igualitário para todos não é impossível. E o amor e a oportunidade devem ser para todos, assim como o Sol e a Chuva são.

Sol? Oba! Muitos amam o verão e as oportunidades que eles nos trazem para se refrescar, Nada melhor que uma piscina, ou o mar. Aliás, até o banho divertido de mangueira vale, né?

Então, já falamos da cores da Ceci Moda Praia aqui, e que suas cores, junto com alegria e conforto, vieram pra ficar. Mas o mais legal de tudo que assim como nós aqui no Blog dos Perné’s, a marca ama Moda e também apoia a Inclusão Social, de fato nada mais natural que no lançamento da primeira coleção, tenha duas lindas crianças, mini modelos portadores do Cromossomos 21, isto é com Síndrome de Down. Vamos conhece-los?

  • Este é o Marcos Filho, tem 6 anos, um grande modelinho e “Dublador”. Por isso mesmo é artista, ele ama tirar fotos e desfilar, De todas brincadeiras, sua preferida é “Pique Esconde”. Atualmente estuda numa escola regular municipal. E faz acompanhamento com fonoaudiólogos no CRER, em Goiânia.

Sindrome de Down_Moda Goiana_BlogdosPernés

Cadê o Marcos Filho? – Achooou!

 

  • Esta é a Yammane Vytória: Essa princesa, tem 5 aninhos e está sempre alegre e é muito carinhosa. Ama ir a escola, cantar e desfilar. Que linda!

Sindrome de Down_Moda Goiana_BlogdosPernés

Que alegria! Amamos a desenvoltura dessa bailarina. 

 

Sindrome de Down_Moda Goiana_BlogdosPernés

Juntos, só amor e companheirismo!

E nós, desejamos muita saúde para esses pimpolhos. Que Deus os abençoe sempre.Parabéns as mamães por cuidarem desses tesouros e a Ceci Moda Praia e equipe por dar essa oportunidade a eles, afinal moda, diversão e inclusão tem um ponto a mais. #VivaaInclusão!

Tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Moda Infantil – As mais lindas Mini Fashionistas Brasileiras

FullSizeRender (19)Não é de hoje, que as muitas crianças minis fashionistas conquistaram as redes sociais, com fotos cheias de charme e estilo, esbanjando moda, recebendo milhares de curtidas e compartilhamentos, inclusive por celebridades. Nem se fala então, na grande quantidade de seguidores.

Além disso, todos aqui sabem que amamos crianças, pois a beleza infantil vai muito além da beleza física. Elas são puras, sinceras,  divertidas e carinhosas.

Vocês mamães e papais de uma princesinha, pre-pa-ra, o coração que hoje tem um post de cair o queixo. Que tal, vestir suas princesas como as minis fashionistas do momentos? Se inspirarem nos looks nos passeios, nas festa ou até em um casamento.

É de babar nas queridinhas mais fashions e maravilhosas do Brasil. Pre-pa-ra que selecionei minhas preferidas desse Brasil. Lá vem Valentina Cantagalli, Lara e Sofia Tobias, Juju Honorato, Cecília Martins e Hylanna Campos. Pre-pa-ra, que lá vem tiro, porrada e bomba. Essas crianças são de arrepiar e se inspirar.

FullSizeRender (7)

Corram já pra ver o quanto elas são maravilhosas, até na hora de “malhar”. Alguém duvida que não foi divertido essa sessão de fotos com a Ceci, Lara, Vale e Sosso? (FOTO: Larissa Cantagalli, Patricya Tobias e Alércia Martins).

  • Aqui tá frio:

– Tá batendo um frio em boa parte do Brasil né? Quer uma dica para a princesa não reclamar do frio? Use vestido, meia calça e bota.

IMG_4197

Que tal o Look da Juju com bota, não ficou linda? (FOTO: Luciana Honorato)

E saia e colete de imitação de pele (pelúcia), não é divino? Se não estiver muito frio, pode vir também.

FullSizeRender (8)

Olha a cara da Valentina. No maior Estilo! (FOTO: Larissa Cantagalli).

 

FullSizeRender (15)

As gêmeas Lara e Sofia, arriscam um jeans “surrado” e um moletom com as cores da moda. (FOTO: Patricya Tobias).

 

FullSizeRender (4)

Vale também aderiu a combinação: moletom estiloso e jeans. (FOTO: Larissa Cantagalli).

 

Agora, se o frio estiver insuportável, nada de deixar a princesa doente com as perninhas de fora né? Calça comprida/ Jeans na certa.

FullSizeRender (3)

Cecília toda animada com a sua touquinha de orelhinhas! (Foto: Alércia Martins)

 

IMG_4194

E o detalhe da Hylanna? Assim está bem protegida né? (Foto: Lu Campos)

 

IMG_4201

Juju preferiu uma tiara personalizada, mas não dispensou o cachecol super estiloso. (Foto: Luciana Honorato)

 

FullSizeRender (5)

E a Valentina, apostou novamente no Colete e na botinha vermelha para ser mais que uma na multidão. Ta linda! (Foto: Larissa Cantagalli).

  • Ai que calor:

Agora está calor? E o tempo está com tudo para ir dar um rolés com as “bests”, andar de Skate, fazer uma corrida ou ir no parquinho: Não esqueça o óculos de sol, e o protetor solar e se hidrate com bastante líquido:

FullSizeRender (12)

Elas são feras no skate e no estilo “Moda de Rua”.

IMG_4195

Linda Hylanna, amo esse sorriso contagiante! (Foto: Lu Campos)

FullSizeRender (6)

FOTO: Larissa Cantagalli, Patricya Tobias e Alércia Martins).

FullSizeRender (11)

FOTO: Larissa Cantagalli, Patricya Tobias e Alércia Martins).

  • Modernidade e Luxo:

Elas são  cheias de fofura, beleza, delicadeza, simpatia e alegria. E estão prontas para qualquer parada:

FullSizeRender (13)

Valentina faz uma de princesa moderna! FOTO: Larissa Cantagalli).

FullSizeRender (2)

Cecilia toda trabalhada nas flores. Foto: Alércia Martins).

 

IMG_4200

Agora quem topa para qualquer parada é a Juju: Está pronta para ir numa festa chique. (Foto: Luciana Honorato).

IMG_4196

E essa princesa maravilhosa? Também está pronta para a festa! Vamos?

Gente, não ficaram lindas? Amo muito essas princesinhas, conheço todas pessoalmente e elas são divertidas e educadíssimas. E estão sempre brincando e sorrindo.

Larissa Cantagalli –  é Mãe e empresária da marca infantil que leva o nome da filha Valentina. E já deu entrevista pro nosso blog. E a Patrícya Tobias – Empresária da marca infantil Patricynhas, é Mãe do Nicolas e da gêmeas fashionistas: Lara e Sofia.

Leia também outras entrevistas que publicamos:

Tags , , , , , , , , ,